MEDICINA E MEDICAMENTOS 252 Artigos

MEDICINA E MEDICAMENTOS

RUÍDO

O ruído é uma constante hoje em dia, principalmente nas grandes urbes. Para a nossa saúde os efeitos fazem-se sentir especialmente na audição, mas também a outros níveis.

MEDICINA E MEDICAMENTOS

ERROS EM MEDICINA, ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO

Os erros em medicina ocorrem em todos os locais e implicam todos os tipos de actos, desde falhas de diagnóstico, passando pelos efeitos adversos dos fármacos, até aos procedimentos administrativos, e...

MEDICINA E MEDICAMENTOS

FARMACÊUTICO, O AGENTE DA SAÚDE

O exercício da actividade farmacêutica tem como objectivo essencial a pessoa doente, artigo primeiro, do primeiro capítulo do Código Deontológico dos Farmacêuticos. Este artigo é a base de toda a prof...

MEDICINA E MEDICAMENTOS

MOSQUITOS PORTADORES DE DOENÇAS

A grande maioria dos insetos é inofensiva para o ser humano e alguns tornaram-se até muito úteis. Sem eles, muitas plantas e árvores que fornecem alimento ao ser humano e animais tornar-se-iam estérei...

MEDICINA E MEDICAMENTOS

DOPING: QUÍMICO E GENÉTICO

A profissionalização do desporto e os interesses económicos provocaram profundas mudanças nas atividades desportivas dando origem à violação da ética que as deveria reger.

MEDICINA E MEDICAMENTOS

CHECK-UP MÉDICO, A SAÚDE EM DIA

Os enormes progressos em todo o mundo, na redução do sofrimento e mortes prematuras decorrentes de doenças tratáveis é, em parte, devido à deteção atempada de problemas.

MEDICINA E MEDICAMENTOS

MEDICINA DESPORTIVA

A Medicina do Exercício e do Desporto, ou Medicina Desportiva (MD), é uma das especialidades médicas mais antigas de que se tem conhecimento, existindo relatos que datam de vários séculos antes de Cri...

MEDICINA E MEDICAMENTOS

TRANSPLANTES O PRÓXIMO FUTURO

Desde o primeiro transplante, há cerca de meio século, já foram realizados mais de cem mil transplantes de órgãos em todo o mundo, comprovando o sucesso desta intervenção moderna.

MEDICINA E MEDICAMENTOS

TELEMEDICINA

Etimologicamente telemedicina (tele, prefixo grego de distância + medicina, do latim medicinae, remédio) entende-se como a realização de atos médicos à distância.