COMO CRIAR NOVOS HÁBITOS SAUDÁVEIS

COMO CRIAR NOVOS HÁBITOS SAUDÁVEIS

SOCIEDADE E SAÚDE

  Tupam Editores

0

Os hábitos podem ser descritos como ações, gestos ou comportamentos, que se tornaram automáticos e que de forma consciente ou inconsciente, são repetidos frequentemente no nosso dia-a-dia, sendo criados a partir da repetição de uma ação ou comportamento em determinados contextos.

Trata-se de automatismos importantes, que nos permitem poupar energia mental na execução de tarefas de rotina de forma automática, sem necessidade de pensar muito nelas, mas que podem ajudar ou prejudicar as nossas vidas. Hábitos perniciosos que podem ter efeitos negativos na nossa vida, como o sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de açúcar ou de sal, entre muitos outros, podem, no entanto, ser criados e modificados ao longo do tempo, quando nos apercebemos dos seus reais efeitos sobre a saúde e bem-estar.

O ciclo do hábito, também conhecido por loop do hábito, é um padrão neurológico que administra qualquer hábito e que consiste em três elementos essenciais, uma deixa, uma rotina e uma recompensa, sendo por isso importante entender o seu funcionamento para que possamos alterar e melhorar os nossos hábitos.

A deixa é o elemento desencadeante de um hábito, que na sua origem pode ser qualquer coisa e que geralmente se enquadra em determinado local, hora do dia, terceiras pessoas, um estado emocional ou uma ação precedente imediata. A rotina é a ação que é executada em resposta aos elementos desencadeantes e a recompensa é a sensação de prazer ou satisfação que é gerada pelo hábito.

Quando um hábito se repete múltiplas vezes, o circuito neural que o envolve é fortalecido, tornando-o cada vez mais automático e assim difícil de ser modificado, sendo por isso muito importante entender os mecanismos do seu funcionamento, para podermos criar ou modificar hábitos adquiridos, de forma consciente.

A maioria dos hábitos segue uma rotina geralmente fácil de identificar, pois é um comportamento que se deseja mudar, mantendo-se no entanto por identificar o elemento desencadeante e a recompensa esperada. A recompensa por um determinado hábito, nem sempre é tão óbvia como aparenta.

Enquanto a recompensa por um desejo quotidiano de café pela manhã pode ser apenas o desejo por um impulso energético proveniente das calorias ou pelo seu aroma agradável, ele poderia ser substituído por uma maçã ou por algum outro fruto, bebida ou alimento. Por isso, sempre que a pessoa sinta vontade de repetir a sua rotina, deve parar para pensar e mudar a rotina, a recompensa, ou ambas, acompanhando as suas mudanças e testando diferentes teorias sobre os fatores que impulsionam a sua rotina.

No final de cada experiência de alteração de rotina a pessoa deve autoquestionar-se sobre se ainda está desejando a recompensa original ou se esta já desapareceu da sua mente, o que lhe permitirá implementar, de forma consciente, um novo plano de rotinas que se transformarão em hábitos mais saudáveis ao fim de algumas semanas.

Estabelecer uma rotina e repetir tarefas dia após dia, faz parte da forma como o ser humano funciona, quer se trate de uma pessoa imprevisível, que está permanentemente em mudança ou de alguém mais acomodado e tranquilo, o nosso comportamento padrão consiste em criar tarefas automáticas que exijam menos esforço mental e planeamento.

Geralmente os nossos hábitos acabam por se tornar permanentes, isentando-nos da obrigação de pensar na forma de fazermos as coisas mais comuns, fazendo-as simplesmente, o que pode resultar numa rotina positiva ou negativa, levando-nos a questionar a melhora forma de abandonar hábitos prejudiciais à saúde e bem-estar e adquirir hábitos saudáveis que perdurem por toda a vida.

As rotinas de bons hábitos estimulam a qualidade de vida e podem contribuir para melhorar a nossa saúde, elevar a nossa autoestima, promover a sensação de bem-estar e por essa via contribuir para melhorar a produtividade no nosso dia-a-dia.

Entenda-se como fatores dessas melhorias a adoção de uma rotina matinal, que pode ser decisiva para nos deixar de bom humor e aumentar a motivação para o resto do dia; organizar o dia, as refeições e as tarefas através de um planeamento prévio e adequado, por forma a evitar o excesso de stresse; hidratar o organismo, através da ingestão de água, essencial para manter as funções vitais do corpo; manter uma alimentação saudável; reservar uma parte do tempo para as nossas necessidades e desejos; cuidar dos quatro pilares fundamentais para manutenção da saúde, como o físico, emocional, social e mental; cuidar da qualidade do sono e procurar dormir pelo menos 7-8 horas por dia.

As nossas vidas são condicionadas pelos nossos hábitos, sendo por isso importante aprender a dominá-los, pois se não o fizermos, eles acabam por nos controlar a nós.

PRÉMIO NOBEL DE MEDICINA 2023

SOCIEDADE E SAÚDE

PRÉMIO NOBEL DE MEDICINA 2023

Em cerimónia realizada a 2 de outubro no Instituto Karolinska, na Suécia, o porta-voz do Comité do Prémio Nobel revelou que Katalin Karikó e Drew Weissman eram os galardoados com o Prémio Nobel de Fis...
MELHORAR A LITERACIA EM SAÚDE

SOCIEDADE E SAÚDE

MELHORAR A LITERACIA EM SAÚDE

Segundo a OMS, a Literacia em Saúde é definida como o conjunto de competências cognitivas e sociais que determinam a motivação e a capacidade dos indivíduos obterem acesso, compreenderem e utilizarem...
VULNERABILIDADES À CANDIDA ALBICANS

DOENÇAS E TRATAMENTOS

VULNERABILIDADES À CANDIDA ALBICANS

A candidíase é uma infeção causada por qualquer um dos mais de vinte fungos do género Candida conhecidos, sendo a espécie mais dominante a Candida Albicans.
0 Comentários