DISFUNÇÃO SEXUAL

Dieta saudável diminui risco de disfunção erétil em até 20%

Um estudo das Universidades da Califórnia e de Harvard, ambas nos Estados Unidos, mostrou que manter uma dieta saudável reduz o risco de disfunção erétil.

Dieta saudável diminui risco de disfunção erétil em até 20%
DOENÇA CELÍACA

DOENÇAS E TRATAMENTOS

DOENÇA CELÍACA

Homens com dietas mais saudáveis são menos propensos a ter diabetes, doenças cardíacas ou hipertensão - três problemas de saúde ligados à disfunção erétil.

O estudo considerou duas modalidades de alimentação saudável: a Escala de Dieta Mediterrânica e o Índice Alternativo de Alimentação Saudável-2010.

Homens com maiores pontuações em ambas as modalidades tinham 22 por cento menos probabilidade de desenvolver disfunção erétil do que aqueles com pontuações mais baixas.

A dieta mediterrânica tem como base refeições baseadas em vegetais, frutas, ervas, nozes, feijão e grãos inteiros com quantidades moderadas de laticínios, aves, ovos e frutos do mar e consumo mínimo de carne vermelha.

A pontuação da dieta mediterrânica concede um ponto a cada um por consumir acima da ingestão média de vegetais, legumes, frutas e nozes, grãos, peixes e por consumir menos do que a quantidade média de laticínios e carne vermelha ou processada, bem como álcool.

O Índice Alternativo de Alimentação Saudável-2010 avalia as dietas individuais com base no cumprimento da Pirâmide da Alimentação Saudável, recompensando a maior ingestão de frutas, vegetais, grãos inteiros, nozes e leguminosas, gorduras polinsaturadas e ácidos gordos ómega-3. Também recompensa o menor consumo de carnes vermelhas e processadas, bebidas com adição de açúcar, gorduras trans e sódio.

Entre os mais de 21 000 homens incluídos no estudo, 968 desenvolveram disfunção erétil. Dos casos de disfunção erétil, 478 ocorreram em homens com as pontuações mais baixas da dieta mediterrânica, em comparação com 229 entre os homens com as pontuações mais altas.

Houve 130 casos de disfunção erétil entre homens com as pontuações mais altas do Índice Alternativo de Alimentação Saudável-2010, ou metade dos relatados em homens (266) com pontuações mais baixas.

Os benefícios da dieta saudável também foram observados em homens mais velhos, com pontuações mais altas da Escala de Dieta Mediterrânea associadas a uma redução de 18 por cento no risco de disfunção erétil em homens com 60 anos ou mais e uma redução de sete por cento no risco de disfunção erétil em homens com 70 anos ou mais de idade.

Os investigadores sugerem que associar uma dieta saudável a menor risco de disfunção erétil pode encorajar os homens a fazerem melhores escolhas alimentares, o que, por usa vez, ajudaria a prevenir doenças cardíacas e hipertensão, entre outras doenças.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS