AMIGDALITE - A QUE SE DEVE A DOR DE GARGANTA?

AMIGDALITE - A QUE SE DEVE A DOR DE GARGANTA?

DOENÇAS E TRATAMENTOS

  Tupam Editores

0

De entre as dores de garganta comuns que afligem adultos e crianças, com mais frequência na época de inverno, provocadas por inflamação ou infeções, as amigdalites e faringites são os quadros clínicos mais frequentes, embora possam ter várias outras origens.

Se não forem diagnosticadas e tratadas atempada e adequadamente, podem dar origem a situações de saúde mais exigentes. Por isso, o primeiro passo a dar para nos livrarmos desse problema é analisar se é uma infeção ou inflamação na garganta, pois apesar da maioria das pessoas acreditar tratar-se da mesma coisa, na realidade trata-se de diferentes patologias.

Tal crença pode levar a que os pacientes se automediquem erradamente, sendo por isso importante esclarecer as principais diferenças entre inflamação e infeção da garganta. Enquanto a inflamação é uma resposta do próprio organismo a uma agressão externa ou interna, por exemplo quando somos expostos a uma queda abrupta de temperatura ou sempre que ingerimos algo muito gelado que afete a mucosa, levando o organismo a defender-se, a infeção é geralmente causada por agentes externos, como vírus, bactérias ou até mesmo fungos, e que pode ocorrer sempre que o sistema imunológico está enfraquecido e não consegue combater esses microrganismos.

Geralmente a inflamação na garganta está associada a infeção, mas não são sinónimos, sendo por isso necessário estar atento aos sinais. No processo inflamatório, é comum o paciente apresentar sintomas como: calor, hiperemia ou rubor, edema ou inchaço, dor ao toque e perda de função. Já na infeção, os sintomas decorrem da ação do microrganismo causador da doença destacando-se os seguintes: febre, dor na zona, formação de pus, dores musculares, fadiga e tosse.

Podem ser encontradas várias causas para a dor de garganta, mas em mais de metade dos casos são de origem viral, geralmente provocados por quadros de gripe, constipações ou mononucleose infeciosa, esta última afetando sobretudo as crianças e jovens. Este quadro clínico é frequente no inverno, devido à diminuição das defesas do organismo durante o tempo frio, pelo tempo seco e pela maior facilidade de propagação de vírus em ambientes fechados, sendo comum o aparecimento de sintomas de inflamação na amígdala e faringe, causada por vírus, bactérias e mesmo por alergias.

Na faringe, a inflamação é designada por faringite enquanto a amigdalite é a inflamação das amígdalas, ambas apresentando como principal sintoma dor de garganta e dificuldade em deglutir e mau hálito. Como anatomicamente estão próximas, é muito comum a faringe e as amígdalas inflamarem simultaneamente, num quadro comum de amigdalite e faringite.

A amigdalite é caraterizada pela inflamação e inchaço das amígdalas, glândulas que são responsáveis por evitar a presença de microrganismos infecciosos na boca, devido a uma infeção. As amígdalas são a primeira barreira de defesa contra bactérias, vírus e fungos que entram pela boca, sobretudo entre as crianças e jovens, por estarem normalmente mais expostos, devido à uma maior permanência ao ar livre.

A faringite, tal como o próprio nome indica, é causada na região da faringe, parte superior da garganta, sendo geralmente provocada por uma infeção por vírus, mas também pode ter origem bacteriana. Assim como as demais infeções da garganta, além da dor, os principais sintomas centram-se em comichão intensa e prurido na zona afetada, que podem desaparecer em pouco tempo, com o tratamento adequado. Tal como as demais infeções na garganta, a faringite é mais frequente no inverno e pode ser o resultado de uma gripe ou constipação não tratadas adequadamente.

Embora menos frequente, além da amigdalite e faringite pode também ocorrer infeção na laringe, denominada laringite, órgão do sistema respiratório que se estende da faringe até à traqueia, sendo responsável pela voz. Uma vez instalado na faringe, o vírus ou bactéria provoca o inchaço na zona, que leva à alteração das cordas vocais, provocando rouquidão e dificuldade em falar, situação que tende a desaparecer naturalmente em poucos dias.

As infeções ou inflamação da garganta, podem ser evitadas facilmente, desde que se tomem os cuidados necessários e se adotem hábitos de vida saudáveis. A grande maioria das infeções ou inflamação acometem os indivíduos que estão com o sistema imunológico muito baixo, sendo que uma boa solução para o fortalecer, passa por manter uma alimentação saudável e equilibrada, fornecendo ao organismo os nutrientes de que precisa para combater os vírus, bactérias e outros microrganismos.

Além disso, deve também eliminar-se o hábito de fumar e reduzir para o mínimo a ingestão de bebidas alcoólicas que em muito contribuem para aumentar a possibilidade de desenvolver infeção na garganta e enfraquecer as defesas do organismo, enquanto se deve manter o organismo hidratado, pois o líquido deixa as mucosas da garganta húmidas, protegendo corpo contra problemas na zona.

De um modo geral, infeções e inflamações na garganta são relativamente simples de tratar e podem desaparecer ao fim de algum tempo. Caso o problema persista ou se agrave é recomendado que se procure a ajuda de um otorrinolaringologista para realizar um diagnóstico preciso e receber tratamento adequado. Independentemente do quadro aparentar ser simples, deve ser evitada a automedicação, cujos efeitos indesejados podem originar outros problemas de saúde inesperados.

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
09 de Abril de 2024

Referências Externas:

TRATAMENTOS PARA A DOR CIÁTICA

DOENÇAS E TRATAMENTOS

TRATAMENTOS PARA A DOR CIÁTICA

A dor ciática ou mais vulgarmente designada somente por ciática, é um sinal de perturbação da função do maior nervo do corpo humano, o nervo ciático, que pode tornar-se incapacitante e causar muito so...
HIPOTENSÃO ARTERIAL

DOENÇAS E TRATAMENTOS

HIPOTENSÃO ARTERIAL

Popularmente referida como tensão baixa, os profissionais de saúde designam a hipotensão, como a condição que é caraterizada por níveis de pressão arterial abaixo de 9 por 6.
UMA HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

SOCIEDADE E SAÚDE

UMA HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

O Dia Internacional da Mulher, data dedicada à celebração das conquistas e contribuições das mulheres ao longo da história, bem como à consciencialização sobre as desigualdades de género e à promoção...
BACTERICIDA, BACTERIOSTÁTICO OU BACTERIOLÍTICO?

MEDICINA E MEDICAMENTOS

BACTERICIDA, BACTERIOSTÁTICO OU BACTERIOLÍTICO?

Os produtos que atuam no combate a bactérias são classificados como antibacterianos e geralmente são divididos entre bactericidas, bacteriostáticos e bacteriolíticos.
0 Comentários