ALIMENTAÇÃO

Alho contém propriedades anticancerígenas

De acordo com vários estudos populacionais, o consumo de alho pode reduzir o risco de incidência de cancro, nomeadamente do cancro da mama, estômago, próstata, esófago e pâncreas.

Alho contém propriedades anticancerígenas

Evidências sugerem que o alho tem uma capacidade única de melhorar o processo de reparação do ADN; danos no ADN são comuns e podem ser causados ​​por produtos de processos metabólicos ou exposição a substâncias cancerígenas no ambiente.

Caso não sejam tratados adequadamente, estes danos podem causar mutações que levam ao desenvolvimento da doença.

O alho também desempenha um papel fundamental no combate aos efeitos de agentes cancerígenos. Pessoas que comem muitos alimentos grelhados correm um grande risco de consumir grandes quantidades de compostos cancerígenos, como nitrosaminas e aminas heterocíclicas.

Esses produtos químicos nocivos são formados quando a carne vermelha é exposta ao calor. No entanto, adicionar alho às carnes antes de grelhar pode ajudar a reduzir a formação de agentes cancerígenos.

As descobertas mais recentes sugerem que o alho e os seus componentes ativos podem prevenir o cancro, controlando as vias de sinalização celular.

Eles podem não só travar o ciclo celular das células cancerígenas, como também interromper a formação de novos vasos sanguíneos, necessários para o crescimento do tumor, e induzir a morte celular programada.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS