DIABETES

Jejum intermitente pode beneficiar homens com diabetes tipo 2

O jejum intermitente pode ajudar homens que sofrem de diabetes tipo 2 a melhorar os seus níveis de glicose, sugere um novo estudo realizado por cientistas australianos e norte-americanos, que quiseram avaliar se uma alimentação com restrição de tempo de nove horas (TRF) - precoce (TRFe, das 8h às 17h) e atrasada (TFRd, das 12h às 21h) - poderia afetar a tolerância à glicose.

Jejum intermitente pode beneficiar homens com diabetes tipo 2

Publicado na revista Obesity, o estudo reuniu 15 indivíduos, com idades entre os 30 e os 70 anos, com IMC médio de 33,9 - um valor que indica obesidade.

Durante o estudo, os participantes foram obrigados a usar monitores de glicose e acelerómetros, por um período inicial de sete dias. Os participantes também foram instruídos a anotar todos os alimentos e bebidas que consumiram.

Os participantes foram randomizados para TFRe ou TFRd, com um período de descanso de duas semanas.

Os cientistas afirmaram que uma alimentação com restrição de tempo de nove horas melhorou o controlo da glicose dos participantes. Comer de manhã ou no final da tarde não fez qualquer diferença, o que sugeriu que o jejum intermitente pode reduzir a HbA1c e diminuir a dependência de insulina.

O HbA1c é um biomarcador usado para testar a diabetes, enquanto uma menor dependência de insulina indica um melhor controlo do açúcar no sangue.

O estudo concluiu que o jejum intermitente proporciona potenciais benefícios à saúde que podem ser úteis não apenas para indivíduos em risco de diabetes tipo 2, mas também para aqueles com outras doenças crónicas.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS