GASTROENTEROLOGIA

Microbioma intestinal contribui para saúde cardiovascular

Cientistas descobriram que um ter microbioma intestinal mais diversificado, com mais bactérias benéficas, pode contribuir para uma melhor saúde cardiovascular. Em particular, o estudo descobriu que maiores quantidades de microrganismos benéficos diminuem o risco de uma pessoa desenvolver aterosclerose, uma condição que envolve o endurecimento das artérias por onde o sangue flui e geralmente está associada a vários tipos de problemas cardiovasculares.

Microbioma intestinal contribui para saúde cardiovascular
MICROBIOTA INTESTINAL - Fundamental para a boa saúde do organismo

BELEZA E BEM-ESTAR

MICROBIOTA INTESTINAL - Fundamental para a boa saúde do organismo

Para estudar de que forma a aterosclerose e o microbioma intestinal estavam relacionados, cientistas do Reino Unido pediram a mais de 600 gémeas de meia-idade que fornecessem amostras de fezes e sangue; para além disso, a rigidez dos vasos sanguíneos das participantes também foi analisada.

De acordo com os autores, o endurecimento arterial pode estar relacionado com a diabetes, a qual, por sua vez, é influenciada pela diversidade do microbioma intestinal.

Mas, de acordo com os dados recolhidos, descobriu-se que a rigidez dos vasos sanguíneos não se devia à obesidade ou à diabetes nestas participantes, e sim com o microbioma intestinal, que demonstrou ter um efeito no endurecimento arterial.

Os cientistas verificaram que o grupo de bactérias Ruminococcaceae desempenhou um papel no endurecimento dos vasos sanguíneos, uma vez que voluntárias com tipos menos diversos dessa bactéria em particular tinham vasos sanguíneos mais rígidos.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS