ARTRITE

Combinação de fármacos pode diminuir fadiga na artrite reumatoide

O tratamento precoce e intensivo com metotrexato e prednisona pode aliviar a fadiga em pessoas com artrite reumatoide, de acordo com um novo estudo da Liga Europeia contra o Reumatismo (EULAR, na sigla em inglês).

Combinação de fármacos pode diminuir fadiga na artrite reumatoide

A artrite reumatoide é uma condição que causa inflamação crónica nas articulações e essa inflamação pode levar a uma fadiga severa que não é aliviada pelo repouso.

O estudo durou dois anos e envolveu 80 pacientes com artrite reumatoide que que iniciaram um regime medicamentoso imediatamente após o diagnóstico.

Os pacientes receberam 15mg de metotrexato por semana (grupo controlo) ou uma terapia combinada de 15mg de metotrexato e 30mg de cortisona (prednisona) semanalmente, que, posteriormente, foram reduzidos a 5mg por semana.

O metotrexato suprime a inflamação relacionada com a artrite reumatoide, enquanto a prednisona combate a dor nas articulações e a inflamação. Os pacientes que tiveram tratamento intensivo com a terapia combinada por dois anos sentiam-se menos cansados ​​do que os do grupo controlo, embora ambos os grupos tivessem atividade semelhante da doença ao longo do tempo.

As diferenças nos níveis de fadiga entre os dois grupos pareciam aumentar ao longo do tempo, de acordo com o estudo.

As descobertas ainda são preliminares, mas, com base nesses resultados, a EULAR recomenda a consideração precoce de tratamento intensivo, mesmo em pacientes de baixo risco com artrite reumatoide.

A artrite reumatoide afeta cerca de um por cento das pessoas em todo o mundo, de acordo com a EULAR. Além da dor, o cansaço profundo reduz a qualidade de vida de muitas pessoas, ainda mais do que o inchaço das articulações. Contudo, de acordo com os especialistas, muitos médicos geralmente não dão atenção suficiente à fadiga dos pacientes.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS