GRAVIDEZ

Medicação durante gravidez é comum em mulheres com pré-eclâmpsia

O uso de medicamentos durante a gravidez é mais comum em mulheres com pré-eclâmpsia do que naquelas sem, de acordo com uma análise a mulheres que deram à luz num hospital finlandês entre 2002 e 2016.

Medicação durante gravidez é comum em mulheres com pré-eclâmpsia

Na análise publicada no British Journal of Clinical Pharmacology, os cientistas analisaram 1 252 mulheres que tiveram pré-eclâmpsia e 1 256 controlos sem a condição: 59,5 por cento das mulheres com pré-eclâmpsia e 35,5 por cento dos controlos usaram, pelo menos, um medicamento durante a gravidez.

Nos dois grupos, os medicamentos mais utilizados foram antibióticos, medicamentos hipertensivos e paracetamol.

Segundo os cientistas, durante a gravidez, certos medicamentos podem ser necessários para garantir a saúde materna e fetal.

No entanto, os investigadores alertam que, como o feto é muito sensível aos efeitos de produtos químicos, o uso e a escolha de medicamentos a serem tomados durante a gravidez devem sempre ser considerados com cuidado.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS