Desconexões cerebrais podem contribuir para alucinações em doentes com Parkinson

  Tupam Editores

Investigadores do Centro Médico Universitário VU, na Holanda, descobriram que as desconexões das áreas cerebrais envolvidas na atenção e no processamento visual podem contribuir para alucinações visuais em indivíduos com doença de Parkinson.

Estas áreas do cérebro desconectadas vistas numa ressonância magnética funcional (fMRI, na sigla em inglês) podem ser valiosas para prever o desenvolvimento de alucinações visuais em pacientes com esta doença.

Para este estudo, publicado na revista Radiology, os cientistas usaram as fMRI de estado de repouso para examinar a conectividade, ou a comunicação, entre as áreas do cérebro. O fMRI de estado de descanso é um método de imagem cerebral que pode ser usado para avaliar os pacientes que não realizam uma tarefa explícita.

Ressonância Magnética

A conectividade foi medida em 15 pacientes com alucinações visuais, 40 doentes sem alucinações visuais e 15 pessoas saudáveis, calculando o nível de sincronização entre padrões de ativação de diferentes áreas do cérebro.

Os resultados mostraram que, em todos os pacientes com doença de Parkinson, várias áreas do cérebro comunicaram-se menos com o resto das zonas cerebrais, em comparação com o grupo de controlo.

No entanto, em pacientes que sofriam de alucinações visuais, várias áreas cerebrais adicionais mostraram esta diminuição de conectividade com o resto do cérebro, especialmente aquelas importantes na manutenção da atenção e processamento de informações visuais.

De acordo com os investigadores, isso “sugere que a desconexão dessas áreas cerebrais pode contribuir para a geração de alucinações visuais em pacientes com doença de Parkinson”.

ARTIGO

Autor:
Tupam Editores

Última revisão:
10 de Maio de 2018

Referências Externas:

Relacionados

ARTRITES - Viver sem dores articulares

Com origem nos étimos gregos árthron (articulação) e ite (inflamação), a palavra artrite é utilizada para designar uma inflamação nas articulações independentemente da sua etiologia. Confundida por ve...

Destaques

DOENÇAS DE VIAGENS

As viagens internacionais aumentaram surpreendentemente nos últimos anos. Segundo as estatísticas disponíveis mais recentes (2006) do World Tourism Organization, o número de viagens internacionais de...

CELULITE, UM PRIVILÉGIO FEMININO

O pesadelo da maior parte das mulheres tem nome e sobrenome: hidrolipodistrofia ginoide – mais conhecida por celulite. E não é à toa que é tão temida, pois ataca as partes mais sensuais do seu corpo,...
0 Comentários