HEPATITE

Dia Mundial das Hepatites informa e sensibiliza para a doença

O Dia Mundial das Hepatites foi assinalado a 28 de julho com o propósito de divulgar informação e sensibilizar para esta doença.

Dia Mundial das Hepatites informa e sensibiliza para a doença
HEPATITES CONHECER PARA PREVENIR

DOENÇAS E TRATAMENTOS

HEPATITES CONHECER PARA PREVENIR

O tema deste ano é “A hepatite não pode esperar”, que pretende reforçar a urgência de promover os esforços necessários para eliminar a hepatite como uma ameaça à saúde pública até 2030.

Na data em que se assinalou o Dia Mundial das Hepatites, a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG) reforça a campanha para sensibilizar a população sobre a importância do diagnóstico precoce e tratamento das doenças do fígado.

A campanha foi lançada no início do mês de julho com um vídeo a recomendar “Faça análises antes que o seu fígado dê que falar”, um alerta para a realização regular de análises ao fígado, de modo a promover o diagnóstico precoce de doenças como a hepatite crónica, a cirrose e o cancro do fígado, e respetivos tratamentos.

As doenças do fígado têm uma natureza silenciosa, sintomas como o desconforto abdominal, febre, mal-estar, fadiga, perda de apetite, urina escura e fezes claras podem manifestar-se num estado avançado.

Embora a hepatite seja uma doença evitável, tratável e, no caso da hepatite C, curável, afeta 325 milhões de pessoas em todo o mundo, causando 1,4 milhões de mortes por ano, o que levou a Organização Mundial de Saúde a assumir o objetivo de erradicar a hepatite B e C até 2030.

A Direção-Geral da Saúde (DGS) também apelou, em maio de 2021, para a realização dos testes gratuitos e confidenciais de VIH, hepatites e infeções sexualmente transmissíveis, no âmbito da Semana Europeia do Teste de Primavera 2021, após decréscimo no número de testes realizados à escala global.

Em Portugal, segundo os dados da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde - Infarmed, foram autorizados, desde 2015 até ao dia 1 de julho de 2020, 27 239 tratamentos para a hepatite C e iniciados 26 006. A taxa de cura mantém-se nos 97 por cento, com 15 909 doentes curados e 572 não curados.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS