PACIENTE

COVID-19: HCP cria soluções de monitorização, apoio e e-learning

Uma pulseira que permite a monitorização digital, nas suas casas, de pessoas diagnosticadas e/ou suspeitas de infeção pelo SARS-CoV-2 (que causa a doença COVID-19), a criação de uma central de apoio técnico e de suporte à utilização de ventiladores, e uma plataforma de e-learning que disponibiliza conteúdos sobre COVID-19 para profissionais de saúde. Estas são três soluções criadas pelo Health Cluster Portugal (HCP), através da sua rede temática Smart Health Network, para dar resposta à pandemia.

COVID-19: HCP cria soluções de monitorização, apoio e e-learning

Os projetos, que já estão a ser desenvolvidos no terreno, envolvem start-ups e empresas nacionais, parceiros internacionais, instituições de I&D e hospitais.

O objetivo é apoiar o esforço e a dedicação dos profissionais de saúde no combate à COVID-19 usando o know-how, experiência e conhecimento nos domínios das tecnologias médicas e de saúde digital dos associados do HCP.

Covidmonitoring – Monitorização digital à distância. Esta solução permite a monitorização digital de indivíduos diagnosticados e/ou suspeitos de infeção por SARS-CoV-2, nas suas casas, através de uma pulseira que monitoriza remota e localmente diferentes parâmetros do utilizador: temperatura, nível de saturação de oxigénio, frequência cardíaca, variabilidade do ritmo cardíaco, frequência respiratória, nível de atividade física e ciclos de sono.

Esta plataforma integra esta informação com a de outras aplicações de recolha de dados epidemiológicos gerando alertas mediante o estado clínico do indivíduo. Estes alertas, assim como os parâmetros medidos, são disponibilizados em formato de relatório gráfico aos médicos de família e de saúde pública para que possam realizar a vigilância ativa dos casos.

Este projeto está a ser promovido pelo Health Cluster Portugal em parceria com Centro de Medicina Digital P5, HealthySystems, CINTESIS, TonicApp, Promptly, 2CA-Braga, Centro Hospitalar Universitário São João, Medtronic e Astrazeneca.

CovidVentilSupport – esclarecimento e apoio à distância na utilização de ventiladores. A utilização eficaz e segura dos equipamentos de ventilação mecânica invasiva, que se prevê necessária em cerca de cinco por cento dos casos de COVID-19, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), requer recursos humanos adequadamente habilitados e treinados, num processo que pode ser longo e exigente.

Em Portugal, existem equipamentos de diversos fornecedores e as recentes aquisições e/ou doações ao Serviço Nacional de Saúde (SNS) de novos equipamentos, dificultam a rotatividade de utilização destes por profissionais de saúde devidamente habilitados.

Este projeto prevê a criação de uma central telefónica de âmbito nacional para apoio técnico e de suporte à operação destes equipamentos, sustentada por clínicos especialistas nesta área. Esta linha permitirá reencaminhar de forma semiautomática as chamadas dos clínicos que estão a operar os equipamentos para o médico de apoio disponível e com as valências específicas em determinado equipamento, previamente identificado na bolsa de profissionais a ser constituída. Numa primeira fase, a iniciativa será implementada no Centro Hospitalar Universitário São João e no Hospital de Braga, podendo ser estendida a todo o território nacional.
Este projeto é promovido pelo Health Cluster Portugal em parceria com Fraunhofer, Promptly, Centro Hospitalar Universitário São João, 2CA-Braga, Plux, Medtronic, HealthySystems.

CovidLearning – e-learning para formações rápidas em COVID-19. Este projeto permite dotar médicos/enfermeiros não especialistas, internos, ou de outras especialidades, de competências e conhecimento em procedimentos clínicos relativos à doença COVID-19.

A solução irá utilizar uma plataforma de e-learning já existente e será dado acesso a todos os médicos e enfermeiros. Os conteúdos serão produzidos por uma bolsa de médicos/enfermeiros especializados em COVID-19 tendo sempre por base as diretrizes da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Este projeto é promovido pelo Health Cluster Portugal, tendo como parceiros o Centro de Medicina Digital P5, HealthySystems, CINTESIS, TonicApp, Promplty, 2CA-Braga, Centro Hospitalar Universitário São João, Medtronic e Astrazeneca.

De acordo com Joana Feijó, diretora de Desenvolvimento de Negócio do HCP, “a pandemia tem criado uma pressão ímpar no setor da saúde, à qual o Cluster tem respondido de uma forma concertada, com entreajuda e espírito empreendedor. São disso exemplo estes projetos que trazem novas soluções na luta contra o coronavírus, que o HCP promove através da sua Smart Health Network, que reúne entidades com atividade relevante nos domínios das tecnologias médicas e da saúde digital”.

Fonte: Health Cluster Portugal (HCP)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS