OBESIDADE

Obesidade aumenta risco de demência

Um novo estudo constatou que a obesidade na meia-idade aumenta o risco de demência em mulheres. No entanto, a ingestão calórica e a inatividade física não.

Obesidade aumenta risco de demência

Publicado na revista Neurology, o estudo examinou 1 136 846 mulheres no Reino Unido, com uma idade média de 56 anos, que estavam livres de demência no início do estudo, entre 1996 e 2001.

As mulheres forneceram informações sobre altura, peso, ingestão calórica e atividade física, tendo sido seguidas clinicamente até 2017; para o estudo, os cientistas consideraram um IMC de 20 a 24,9 como “desejável”, 25 a 29,9 como excesso de peso e 30 e mais como obeso.

Mulheres que se exercitavam menos de uma vez por semana foram consideradas inativas e aquelas que se exercitaram pelo menos uma vez por semana ativas.

Durante o período do estudo, 89 por cento das participantes não mencionaram demência nos seus registos de saúde; mas 15 anos após o início do estudo, 18 695 mulheres haviam recebido um diagnóstico de demência.

As mulheres que tinham obesidade no início do estudo tiveram 21 por cento mais probabilidade de desenvolver demência do que as mulheres que tinham um IMC saudável.

Mais especificamente, 2,2 por cento das mulheres com obesidade desenvolveram demência a longo prazo, em comparação com 1,7 por cento daquelas com um IMC saudável.

Embora as descobertas tenham revelado que a baixa ingestão calórica e a falta de atividade física tinham um vínculo com maior risco de demência na primeira década do estudo, essas associações desapareceram gradualmente após esse período.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS