ALIMENTAÇÃO

Cogumelo Pleurotus eryngii pode ter efeito protetor para o fígado

Um estudo, publicado na revista BMC Complementary and Alternative Medicine, revelou que o cogumelo comestível Pleurotus eryngii pode reduzir os níveis de lípidos e proteger o fígado.

Cogumelo Pleurotus eryngii pode ter efeito protetor para o fígado

Neste estudo, os investigadores conduziram avaliações in vitro e in vivo de exopolissacarídeos de P. eryngii.

Para os estudos in vitro, os investigadores determinaram quais monossacarídeos estavam presentes nas amostras e de seguida avaliaram a atividade antioxidante de eliminação de radicais livres.

Os resultados mostraram que cinco monossacarídeos diferentes estavam presentes nos exopolissacarídeos. Os especialistas também observaram que os exopolissacarídeos têm uma atividade antioxidante potente.

As experiências in vivo foram realizadas em ratos que fizeram um tratamento à base de uma emulsão rica em gordura; após 28 dias, foram feitas análises aos fígados dos animais, e os resultados mostraram que, sem o tratamento com exopolissacarídeos, os ratos experimentaram um aumento no peso corporal e no peso do fígado, o que poderia ser um sinal de esteatose hepática.

As cobaias também tinham níveis elevados de triglicerídeos, colesterol total e LDL-C, enquanto o HDL-C estava reduzido.

Com base nestes resultados, os cientistas acreditam que se pode determinar que os exopolissacarídeos de P. eryngii podem ser utilizados para o tratamento de hiperlipidemia, uma vez que possuem propriedades antioxidantes, anti-hiperlipidémicas e hepatoprotetoras.

Fonte: Food News

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS