NEUROCIÊNCIAS

Descobertas novas perspetivas sobre expressão de genes dependentes da atividade neuronal por CREB

Investigadores da Universidade de Osaka, no Japão, investigaram de que forma a atividade neuronal influencia a dinâmica da proteína de ligação ao elemento de resposta de AMPc (CREB).

Descobertas novas perspetivas sobre expressão de genes dependentes da atividade neuronal por CREB

A atividade neuronal medeia a formação de circuitos neuronais no córtex cerebral; processos que são regulados pelo fator de transcrição CREB, que regula a expressão génica em processos neuronais dependentes da atividade.

Neste estudo, a equipa investigou o modo como a atividade neuronal influencia a dinâmica de CREB.

As construções de CREB marcadas com fluorescência foram expressas em neurónios corticais primários e visualizadas por coloração de células fixas. Moléculas CREB simples foram predominantemente detetadas no núcleo e algumas foram observadas em locais onde ocorria a transcrição do gene.

O movimento de moléculas CREB simples em neurónios corticais vivos foi monitorizado por imagens em tempo real e observou-se que algumas moléculas de CREB desapareceram quase imediatamente enquanto uma fração permaneceu no mesmo lugar por uma duração mais longa. Usando formas mutantes de CREB que não se podem ligar a CRE, os especialistas mostraram que essas moléculas CREB interagiam com a CRE.

Para investigar a forma como a atividade neuronal afeta as interações CREB-CRE e subsequente transcrição génica, os investigadores trataram neurónios corticais com agentes farmacológicos que alteram a atividade neuronal. A atividade neuronal não afetou o tempo que a CREB residia no núcleo.

De seguida, a equipa de pesquisa investigou se a atividade neuronal regula a distribuição espacial de CREB no núcleo, através da estimulação de neurónios corticais e monitorizando a localização de CREB por imagens em tempo real, observando que o número de locais onde a CREB residiu por longos períodos aumentou consideravelmente após a ativação neuronal.

Os cientistas concluíram assim que a atividade neuronal aumenta as interações CREB-CRE no núcleo.

Fonte:

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS