Mulheres jovens satisfeitas com DIU como método contraceptivo

  Tupam Editores

Um estudo publicado na revista Obstetrics & Gynecology revela que a maioria das mulheres adultas, adolescentes e jovens relata alta satisfação com a inserção do dispositivo intrauterino (DIU).

A investigação, financiada em parte pela Bayer Healthcare, que forneceu os dispositivos de DIU, foi conduzida por investigadores do Hospital Infantil de Filadélfia, nos Estados Unidos.

Os cientistas fizeram uma análise secundária de dados de um estudo randomizado controlado por simulação com placebo envolvendo mulheres que tinham um DIU de 13,5 mg de levonorgestrel inserido em três clínicas de planeamento familiar.

Noventa e cinco participantes (com idades entre os 14 e os 22 anos) foram randomizados para um bloqueio anestésico junto ao colo do útero feito com lidocaína um por cento, ou então a um bloqueio simulado; 93 foram incluídos na análise.

DIU - contracepção

Os dados apurados mostraram que 76,8 por cento das participantes relataram alta satisfação geral com o procedimento e que 67,4 por cento relataram que recomendariam um DIU a um amigo.

A maioria das participantes (83,2 por cento) disse estar satisfeita com a colocação, apesar de existência de algum desconforto.

Uma menor probabilidade de relatar alta satisfação geral foi observada em adolescentes versus adultas jovens e naquelas que nunca fizeram um exame ginecológico, em comparação com aquelas que já o realizaram.

Houve ainda uma correlação negativa para scores mais altos de dor, com a probabilidade de recomendar o DIU a uma amiga e perceber as vantagens do dispositivo, apesar de algum desconforto que pudessem sentir.

O estudo mostrou que as adolescentes e mulheres adultas jovens relatam altos níveis de satisfação após o procedimento de inserção do DIU. Uma idade mais jovem, a falta de experiência na realização de exames ginecológicos e a dor mais intensa foram inversamente relacionados com a satisfação com o dispositivo.

ARTIGO

Relacionados

REINVENTAR O CASAMENTO

Ser feliz é muito provavelmente o objetivo primeiro de todo o ser humano. O problema é que a vida é feita de momentos bons e de momentos maus e se não queremos perder os bons, também não podemos evita...

CONTRACEÇÃO

A educação para a sexualidade continua a ser fundamental para a promoção da saúde e desenvolvimento pessoal e social de mulheres e homens em Portugal e na maioria dos países de todo o mundo e permanec...

Destaques

TELEMEDICINA

Etimologicamente telemedicina (tele, prefixo grego de distância + medicina, do latim medicinae, remédio) entende-se como a realização de atos médicos à distância.

CAFÉ

É simplesmente a bebida mais consumida no mundo, a seguir à água, não só pelo seu aroma apelativo aos sentidos e sabor caraterístico, como também pelos seus efeitos estimulantes.
0 Comentários