Adolescentes expostos ao uso de drogas, sofrimento mental e violência têm maior risco de contrair VIH/sida

  Tupam Editores

Os riscos psicológicos e sociais que os adolescentes experimentam podem ter um impacto duradouro na idade adulta.

Violência doméstica

Quando esses riscos incluem uso de drogas, sofrimento mental e exposição à violência, os jovens podem envolver-se em comportamentos sexuais inseguros que aumentam as probabilidades de contraírem infeções por VIH, de acordo com um novo estudo realizado pela Universidade do Michigan, nos Estados Unidos.

"As nossas descobertas sustentam a noção de que a crescente frequência de fatores de risco psicossocial experimentados durante a adolescência pode ter efeitos nos comportamentos de risco de VIH décadas mais tarde", disseram os investigadores.

O estudo foi realizado entre 1994 e 2013 e envolveu 850 participantes, principalmente afro-americanos, que foram questionados sobre os seus comportamentos sexuais, saúde mental, testemunhos de violência e condições sociais a partir dos 14 anos.

Um em cada quatro entrevistados que tiveram uma frequência relativamente maior de risco psicológico e social era mais propenso a reportar sexo desprotegido com parceiros recentes, bem como relações sexuais com alguém que tinham acabado de conhecer.

Além disso, estes participantes eram mais propensos a experimentar drogas ilegais antes de fazerem sexo e tinham pelo menos quatro parceiros sexuais.

Como o estudo envolveu principalmente entrevistados afro-americanos, as descobertas podem não ser generalizados para todas as populações de adolescentes, afirmaram os investigadores.

ARTIGO

Relacionados

FILHO, OS PAIS VÃO SEPARAR-SE!

De repente tudo muda! As rotinas diárias passam a ser feitas a dois (em vez da equipa de três inicial) e os tempos livres organizados num calendário, repartido entre o pai e a mãe. A separação (ou div...

AVÓS E NETOS - Uma ligação insubstituível

Que lembranças tem de sua avó? E da casa, e das receitinhas saborosas que ela fazia só para lhe agradar? E do seu avô, e dos seus ensinamentos sempre pertinentes, que ainda hoje segue? Possivelmente,...

Destaques

DOENÇAS DE VIAGENS

As viagens internacionais aumentaram surpreendentemente nos últimos anos. Segundo as estatísticas disponíveis mais recentes (2006) do World Tourism Organization, o número de viagens internacionais de...

CELULITE, UM PRIVILÉGIO FEMININO

O pesadelo da maior parte das mulheres tem nome e sobrenome: hidrolipodistrofia ginoide – mais conhecida por celulite. E não é à toa que é tão temida, pois ataca as partes mais sensuais do seu corpo,...
0 Comentários