Gatos podem ajudar a encontrar tratamento para o HIV

  Tupam Editores

Os gatos são muito mais do que animais de companhia. Segundo um estudo realizado por cientistas do Instituto de Tecnologia de Israel, os felinos podem ser a chave para o desenvolvimento de novos fármacos para o tratamento do HIV.

Durante o estudo, publicado na revista científica Plos Pathogens, os cientistas analisaram a estrutura 3D da proteína que causa a resistência a fármacos em gatos infetados com FIV (vírus da imunodeficiência felina) e que também está presente no HIV.

Segundo dados das Nações Unidas, atualmente, mais de 36,7 milhões de pessoas em todo o mundo convivem com HIV, 20,9 milhões das quais com acesso a terapias antirretrovirais. As terapias antirretrovirais reduzem os níveis de HIV no sangue, de forma a que em alguns casos o vírus é quase indetetável e não afeta a sua saúde.

gato em fundo branco

Contudo, algumas dessas pessoas com HIV acabam por desenvolver resistências aos fármacos, razão pela qual continua a ser urgente o desenvolvimento de novas terapias para a doença.

O facto de o FIV ser muito semelhante ao HIV leva os cientistas a crer que os gatos podem ser uma ajuda preciosa.

Durante a investigação, os especialistas conseguiram decifrar a estrutura 3D da proteína que causa a resistência a fármacos em gatos infetados com FIV usando técnicas de purificação e cristalização que permitiram revelar os mecanismos por detrás da resistência da proteína às terapias antirretrovirais.

Foi possível concluir que esta proteína, presente no vírus da imunodeficiência felina, gera uma espécie de bolsa fechada que faz com que as terapias antirretrovirais não consigam “agarrar-se” de forma eficaz ao vírus, o que o torna resistente à sua ação.

Segundo Akram Alian e Meytal Galilee, autores do estudo, estes resultados representam não só um avanço para o desenvolvimento de terapias contra o FIV, como também para o HIV.

ARTIGO

Relacionados

O SEU GATO ESTÁ GORDO? PONHA-O A MEXER!

A obesidade não é um mal exclusivo da espécie humana. Definida como um excesso de gordura corporal, é a desordem nutricional mais comum nos nossos animais de companhia, com efeitos negativos diretos n...

RAÇAS DE GATOS MAIS POPULARES

O mundo das raças felinas é ainda muito pouco conhecido, mesmo entre os “fanáticos” dos gatos que, na sua maioria, apenas ouviram falar de duas ou três raças, como o Persa, o Siamês, e o gato que têm...

Destaques

Estudo sugere que cães são bons Personal Trainers

Cada vez com maior frequência são publicados estudos que revelam os diversos benefícios de ter um animal de estimação, seja a nível mental e emocional, na prevenção de alergias entre os mais pequenino...
0 Comentários