INFECÇÃO

Relógios inteligentes poderão detetar infeção viral

Os relógios inteligentes, ou smartwatch, em inglês, poderão ser capazes de detetar infeções virais antes mesmo que os primeiros sintomas apareçam. Um pequeno estudo recentemente publicado no JAMA Network Open mostrou que um smartwatch foi capaz de detetar o vírus da gripe H1N1.

Relógios inteligentes poderão detetar infeção viral
GRIPE A [H1N1]

DOENÇAS E TRATAMENTOS

GRIPE A [H1N1]


O estudo mostrou que dispositivos como o Apple Watch é capaz de identificar pacientes infetados com o vírus H1N1 ou aqueles que apenas têm uma constipação.

A identificação é realizada através da leitura de sinais biológicos, incluindo frequência cardíaca em repouso, variabilidade da frequência cardíaca e temperatura da pele.

Durante o estudo, os cientistas infetaram 31 voluntários com o vírus da gripe H1N1 e 18 com um vírus comum da constipação. Os participantes usaram uma pulseira similar a um relógio inteligente com sensor durante quatro dias antes e cinco dias após a infeção.

Recorrendo apenas aos dados recolhidos pelos dispositivos, os cientistas conseguiram identificar as pessoas infetados e não infetados com até 92 por cento de precisão para o H1N1 e 88 por cento para o vírus da constipação.

Os dados também permitiram distinguir entre infeção leve a moderada um dia antes do início dos sintomas, com precisão de 90 por cento para o H1N1 e 89 por cento para o vírus da constipação.

De acordo com os autores do estudo, ter acesso a estas informações pode ajudar os pacientes e também melhorar as políticas e medidas de saúde pública em contexto de pandemias como a da COVID-19.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS