OBESIDADE

Obesidade infantil associada a maior risco de cancro da bexiga

Adultos que tiveram excesso de peso na infância podem estar em maior risco de desenvolver cancro da bexiga, de acordo com novas descobertas publicadas na revista Annals of Human Biology.

Obesidade infantil associada a maior risco de cancro da bexiga

O estudo, considerado pioneiro e que analisou mais de 315 mil crianças na Dinamarca, mostrou que o peso corporal está associado a esta doença numa fase posterior da vida.

Um índice de massa corporal acima da média durante a infância, um alto ou baixo peso ao nascer e uma altura abaixo da média também mostraram ser fatores que aumentam a probabilidade de as pessoas desenvolverem cancro da bexiga.

Identificar as causas dessa patologia pode levar a um novo entendimento da doença, que é o nono cancro mais comum no mundo, com altas taxas de recidiva e que afeta, maioritariamente, homens com mais de 65 anos.

De acordo com os cientistas, o estudo contribui para a compreensão de como o peso no início da vida pode indicar um risco de cancro da bexiga no futuro.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS