SEXUALIDADE

Exercício cardiovascular associado a menos disfunção sexual

Um estudo publicado no The Journal of Sexual Medicine constatou que problemas de disfunção sexual são menos comuns entre adultos fisicamente ativos que participam em sessões de treino cardiovascular de forma semanal.

Exercício cardiovascular associado a menos disfunção sexual

Investigadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, pretenderam determinar se o aumento dos níveis de exercício seria protetor contra a disfunção sexual; para isso, foram usados dados de 3 906 homens e 2 264 mulheres que eram ciclistas, corredores e nadadores ativos.

Os participantes forneceram informações detalhadas sobre o tempo gasto nessas atividades, velocidade média e distância, bem como o número de dias semanais em que exercitaram.

Os resultados mostraram um efeito positivo da atividade física para homens e mulheres em termos de disfunção sexual.

Por exemplo, homens que pedalaram aproximadamente dez horas por semana tiveram uma probabilidade 22 por cento menor de desenvolver uma disfunção sexual do que aqueles que pedalavam menos de duas horas por semana; já as mulheres que se exercitavam relataram sentir uma menor insatisfação com o orgasmo e menos dificuldade de excitação.

Fonte: PsyPost

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS