ALIMENTAÇÃO

É urgente mais literacia sobre alimentação e rotulagem

A bastonária da Ordem dos Nutricionistas defendeu a urgência de o Estado aumentar a literacia alimentar da população e adotar um sistema de rotulagem único para ajudar os consumidores a fazer escolhas “mais saudáveis e sustentáveis”.

É urgente mais literacia sobre alimentação e rotulagem

 
“Aumentar a literacia alimentar da população portuguesa é uma medida que é urgente e deverá estar claramente na mão do Estado”, disse Alexandra Bento, que falava à agência Lusa a propósito do seminário “Escolhas alimentares informadas e literacia nutricional do consumidor”.
 
“Se não conseguirmos capacitar a população para escolher bem, combinar bem os alimentos, para os cozinhar de forma adequada e conseguir desfrutar da comida de uma forma saudável e sustentável, certamente não vamos contribuir para mais e melhor saúde da população portuguesa”, afirmou, defendendo um “maior investimento” nesta área.
 
Atualmente, há muitos portugueses que têm capacidade, vontade e conhecimento para se alimentarem convenientemente e fazem-no, “mas também há muitos outros que não podem, porque não têm condição económica para o fazer” ou porque “não sabem como se devem alimentar corretamente”.
 
Segundo a bastonária, as mudanças que têm existido no sistema alimentar não têm sido acompanhadas de um processo informativo. É necessário “colocar mais informação na mão do consumidor” para poder fazer escolhas alimentares informadas.
 
Se no passado o problema do mercado português era a falta de sistemas interpretativos, atualmente cada marca ou cadeia parece estar a desenvolver um semáforo nutricional diferente. Acresce a esta situação o facto de cerca de 40% dos portugueses não saberem ler rótulos.

Fonte: Lusa

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS