ENFERMEIRO

Uso de redes sociais prejudica atividade de enfermagem

Já ficou demonstrado em estudos que o uso abusivo de telemóvel para acesso às redes sociais no trabalho prejudica a qualidade da atuação entre diferentes profissionais.

Uso de redes sociais prejudica atividade de enfermagem

Agora, uma nova investigação demonstra que o vício em sites de redes sociais pode ter um impacto negativo no desempenho da enfermagem, de acordo com um estudo publicado no Journal of Advanced Nursing.

Investigadores do Paquistão realizaram uma pesquisa on-line (de 13 de agosto de 2018 a 17 de novembro de 2018) envolvendo 461 enfermeiros em todo o mundo (53 países) através de 19 grupos relevantes do Facebook.

Os autores do estudo descobriram que a dependência das redes sociais resulta num menor desempenho do enfermeiro. A distração durante a realização das suas tarefas reduz ainda mais o desempenho dos profissionais.

Técnicas de autocontrolo do uso destas plataformas parecem reduzir o impacto negativo desta dependência no desempenho dos enfermeiros. Este estudo também tem implicações importantes para a administração hospitalar e de médicos, além de enfermeiros.

A administração hospitalar deve limitar o uso de redes sociais por enfermeiros, criar cursos de autocontrolo para a equipa de enfermagem e fornecer aos enfermeiros um ambiente em que não haja distrações provocadas por toques e alertas emitidos pelos telemóveis.

Fonte: Boa Saúde/Bibliomed

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS