TABACO

Adolescentes com e sem asma fumam tabaco com a mesma frequência

O hábito de fumar não difere entre os adolescentes com asma ou seus pais versus aqueles sem asma, de acordo com um artigo publicado na revista Allergy.

Adolescentes com e sem asma fumam tabaco com a mesma frequência

Pesquisadores do Instituto Karolinska, em Estocolmo, na Suécia, examinaram os hábitos de fumar auto-relatados aos 16 anos entre adolescentes e seus pais (4 089 participantes) em relação aos fenótipos da asma. Os autores incluíram dados para 2 994 adolescentes.

Os pesquisadores descobriram que 14,1 por cento dos participantes tinham asma aos 16 anos. A prevalência de fenótipos de asma foi de 7,3 por cento para asma no início na adolescência e 12,2 por cento para asma persistente. No geral, 11,8 por cento dos adolescentes relataram fumar.

A prevalência de tabagismo foi semelhante para aqueles com e sem asma (11,4 por cento versus 11,8 por cento). A prevalência de tabagismo foi similar para adolescentes sem asma e aqueles com asma de início na adolescência (11,1 por cento versus 13 por cento).

Adolescentes com asma persistente fumavam menos que aqueles com asma de início na adolescência (7,3 por cento versus 13 por cento). Num modelo incluindo o tabagismo parental, a asma persistente correlacionou-se com probabilidades reduzidas de fumo na adolescência com a idade de 16 anos.

Entre os pais, 18,4 por cento eram fumadores, com pais de crianças com asma a fumar na mesma proporção que pais de crianças sem asma (17,6 por cento versus 18,5 por cento).

Segundo os autores, é vital que a cessação do tabagismo envolva os pais e adolescentes, bem como atuar junto dos adolescentes antes que estes se tornem fumadores estabelecidos.

Fonte: Boa Saúde

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS