OBESIDADE

Microbiota intestinal de bebés pode predizer obesidade mais tarde

Avaliar a microbiota intestinal de bebés pode ajudar a identificar crianças que estão em risco de se tornarem obesas, de acordo com os resultados de um estudo recente publicado na revista mBio.

Microbiota intestinal de bebés pode predizer obesidade mais tarde

A pesquisa revelou que a composição da microbiota intestinal aos dois anos de vida pode predizer o índice de massa corporal (IMC) aos 12 anos, tendo sido verificado que a composição da microbiota intestinal do bebé pode ser o primeiro sinal de alerta para detetar a obesidade.

As descobertas foram realizadas pela Universidade do Colorado, nos Estados Unidos.

O estudo teve início em 2002 e inclui cerca de 550 crianças que agora são adolescentes. O estudo recrutou mães e bebés a partir do momento do parto. Aos 12 anos de idade, 20 por cento das crianças estavam acima do peso ou eram obesas.

Os investigadores também descobriram que alguns microrganismos do intestino, que geralmente são considerados saudáveis ​​em crianças e adultos, foram associados a um IMC infantil mais alto.

Fonte: Eurekalert

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS