DISFUNÇÃO-SEXUAL

Disfunção erétil afeta mais 50% dos portugueses com mais de 40 anos

Mais de metade dos portugueses a partir dos 40 anos sofre de disfunção erétil, um dos problemas sexuais mais comuns nos homens a seguir ao desejo hipoativo (falta de libido).

Disfunção erétil afeta mais 50% dos portugueses com mais de 40 anos

O problema ainda é considerado um tabu, mas a Internet tem permitido que se procure mais informação sem que os homens afetados se sintam expostos.

Há, porém, perigos, alerta o presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia (SPA), Pepe Cardoso. Nem toda a informação que circula na rede é fidedigna e os alegados medicamentos que são vendidos através deste meio tratam-se, na maior parte das vezes, de falsificações, adverte o responsável.

"Os últimos estudos, que continuam atuais e em linha com os números europeus, dizem que 52 por cento dos portugueses na faixa etária dos 40 e os 70 anos sofre de disfunção erétil", explica o especialista.

Na divisão por faixas etárias a prevalência é de 29 por cento dos 40 aos 49 anos, de 50 por cento dos 50 aos 59 anos e de 74 por cento dos 60 aos 69 anos. A prevalência global fixa-se nos 13 por cento.

Fonte: Jornal de Notícias (edição impressa)

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS