Resistência antimicrobiana continua a aumentar

Resistência antimicrobiana continua a aumentar

DOENÇAS

  Tupam Editores

2

O mais recente relatório conjunto do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC) e da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) relativo à resistência antimicrobiana em bactérias que causam doenças nos seres humanos e nos animais (zoonoses) confirma a resistência antimicrobiana como uma das maiores ameaças à saúde pública.

A resistência aumentou e o relatório evidencia problemas emergentes, como a redução da efetividade das opções de tratamento e a descoberta de novas resistências.

Entre as novas descobertas, com base em dados de 2016, estão a deteção de resistência a carbapenem em aves, uma classe de antibióticos que não é autorizada para uso em animais, e de Salmonella Kentucky produtora de ESBL com alta resistência à ciprofloxacina em humanos, que foi relatado pela primeira vez em quatro países.

A resistência aos antibióticos carbapenem foi detetada em níveis muito baixos nas aves de capoeira e na carne de frango em dois Estados-membros (15 bactérias E. coli). Os carbapenem são usados para tratar infeções graves em humanos e não são autorizados para uso em animais.

cientista analisa resistência antimicrobiana

Duas bactérias Staphylococcus aureus resistentes à meticilina associadas a animais encontrados em porcos foram relatadas como resistentes a linezolida – um dos antimicrobianos de último recurso para o tratamento de infeções causadas por MRSA altamente resistente.

A resistência clínica combinada a antimicrobianos criticamente importantes foi observada em níveis baixos a muito baixos em Salmonella (0,2%), Campylobacter (1%) e E. coli (1%) em aves de capoeira.

A resistência à colistina foi verificada em baixos níveis (2%), em Salmonella e E. Coli em aves de capoeira. A prevalência de E. coli produtora de ESBL em aves de capoeira varia acentuadamente entre os Estados-membros, desde níveis baixos (inferiores a 10 por cento) a extremamente elevados (mais de 70 por cento).

Bactérias que produzem enzimas ESBL mostram resistência multidroga a antibióticos beta-lactâmicos – uma classe de antibióticos de amplo espetro que inclui derivados de penicilina, cefalosporinas e carbapenem. De referir que esta é a primeira vez que a presença de E. coli produtora de beta-lactamases de espetro alargado (ESBL) foi monitorizada em aves e carne de frango.

GOLDEN RETRIEVER

CANÍDEOS

GOLDEN RETRIEVER

Pelo e coração de ouro! É assim que todos os que conhecem de perto a raça canina Golden Retriever a descrevem, não obstante se tratar de uma linhagem razoavelmente nova. E a descrição não anda longe d...
0 Comentários