INEM

INEM atende 1,4 milhões de chamadas de emergência em 2019

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) atendeu em 2019 um total de 1 414,858 chamadas de emergência, o que significa uma média diária de 3 887 chamadas por dia, 161 chamadas por hora. Significa igualmente um aumento de 21 264 chamadas comparativamente ao ano de 2018.

INEM atende 1,4 milhões de chamadas de emergência em 2019

De acordo com o INEM, o atendimento destas chamadas nos seus Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) deu origem à ativação de 1 337,799 meios de emergência, entre os diversos tipos de ambulância (emergência médica, socorro, suporte imediato de vida, transporte inter-hospitalar pediátrico) motas de emergência, viaturas médicas de emergência e reanimação (VMER) e helicópteros, de acordo com a gravidade atribuída a cada chamada recebida.

Os números apresentados correspondem a pedidos de socorro efetuados via Número Europeu de Emergência – 112 para situações de assistência a vítimas de acidente ou doença súbita, pedidos de triagem por parte dos parceiros no Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) e chamadas recebidas diretamente do Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde (SNS 24).

Para cada uma destas situações, os CODU prestaram o aconselhamento necessário e enviou os meios de emergência que sejam mais adequados à situação clínica da vítima para as situações consideradas emergentes.

Funcionamento dos CODU é assegurado, 24 horas por dia, por equipas de profissionais qualificados.

Da totalidade das 1 414,858 milhões de chamadas recebidas pelo INEM em 2019, cerca de 172 179 (12 por cento) foram consideradas como não emergentes, das quais, 93 760 chamadas foram encaminhadas para o SNS 24.

As chamadas efetuadas para o Número Europeu de Emergência – 112 são atendidas em primeira linha nos Centros Operacionais 112, geridos pelas Forças de Segurança.

O 112 encaminha seguidamente para os CODU do INEM todas as situações que digam respeito a urgências ou emergências médica, competindo a esta central médica do INEM avaliar todos os pedidos de socorro recebidos, com o objetivo de determinar os recursos necessários e adequados a cada ocorrência.

O funcionamento dos CODU é assegurado, 24 horas por dia, por equipas de profissionais qualificados – médicos, técnicos de emergência pré-hospitalar e psicólogos – com formação específica para efetuar o atendimento, triagem, aconselhamento, seleção e envio de meios de socorro.

Fonte: INEM

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS