CANNABIS

Cannabis tem efeitos nocivos no cérebro jovem

A cannabis é a droga ilícita mais usada nos Estados Unidos. Atua ligando-se a recetores canabinoides no cérebro para produzir uma variedade de efeitos, incluindo euforia, intoxicação e comprometimento da memória e comprometimento motor.

Cannabis tem efeitos nocivos no cérebro jovem

Esses mesmos recetores canabinoides também são críticos para o desenvolvimento do cérebro. Eles fazem parte do sistema endocanabinoide, que afeta a formação de circuitos cerebrais importantes para a tomada de decisões, humor e resposta ao stresse.

A cannabis disponível atualmente é muito mais forte do que as versões anteriores. A concentração de THC nas plantas de cannabis comumente cultivadas aumentou três vezes entre 1995 e 2014 (quatro e 12 por cento, respetivamente).

A cannabis disponível em dispensários nalguns estados norte-americanos tem concentrações médias de THC entre 17,7 e 23,2 por cento.

O uso de cannabis é arriscado para jovens e mulheres grávidas, segundo um alerta lançado pelas autoridades de saúde dos Estados Unidos. O comunicado foi feito pelo U.S. Surgeon General, Jerome Adams.

As pesquisas mais recentes mostram que a cannabis é particularmente prejudicial ao desenvolvimento do cérebro e pode ser transmitida a bebés no útero ou através do leite materno.

Jerome Adams disse que estava profundamente preocupado com o que chamou de “rápida normalização” da cannabis e com a crença equivocada entre os jovens de que, porque a droga agora é legal nalguns estados, deve ser segura. Segundo Adams, poucas pessoas têm conhecimento de que a cannabis hoje é muito mais potente do que as suas versões antigas.


OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS