CANCRO

7.ª Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço

Cerca de 60 por cento dos doentes com cancro de cabeça e pescoço são diagnosticados numa fase avançada com uma esperança média de vida de apenas cinco anos. Quando este tipo de cancro é diagnosticado em fase inicial, tem uma probabilidade de cura de 90 por cento com cirurgia ou radioterapia.

7.ª Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço

Arrancou esta segunda-feira, 16 de setembro, a 7.ª Semana Europeia de Luta Contra o Cancro de Cabeça e Pescoço dando continuidade à Make Sense Campaign. “Depois do Cancro, a Vida” é o mote da campanha que pretende sensibilizar a população, através da dinamização de várias iniciativas até dia 20 de setembro.

A inauguração da campanha foi realizada com uma sessão de rastreios no Cais do Sodré, das 9h00 às 18h00. Os rastreios também terão lugar no Porto, na estação de Metro da Trindade, no dia 20 de setembro, o último dia da campanha.

Além das ações de rastreios, no âmbito da campanha será lançado o livro “Sonhos que Ajudam” escrito por Sara Neves, uma doente de Cancro da Cavidade Oral juntamente com Simone Fernandes, nutricionista. O lançamento será realizado a dia 17 de setembro, pelas 21h00, na FNAC do Colombo.

No dia 18 de setembro, será partilhado o vídeo com testemunhos positivos que refletem o impacto da atividade física no dia a dia. Para o dia 19, guardou-se a iniciativa “Depois do Cancro o Emprego”, que consiste em sessões de formação a entidades empresarias com o intuito de promover o regresso à vida ativa dos doentes oncológicos, juntamente com o lançamento do vídeo de apoio ao emprego.

A 7.ª Semana Europeia de Sensibilização para o Cancro de Cabeça e Pescoço é uma Iniciativa promovida pela European Head and Neck Society (EHNS) que tem como objetivo sensibilizar os doentes e profissionais de saúde sobre os fatores de risco, prevenção deste tipo de cancro, e alertar a comunicação social e as entidades oficiais sobre o impacto desta doença.

Em Portugal, a campanha é da responsabilidade do Grupo de Estudos de Cancro de Cabeça e Pescoço (GECCP) e da Associação dos Amigos dos Doentes com Cancro Oral (ASADOCORAL).

“A Make Sense é uma campanha que pretende colmatar o desconhecimento no que diz respeito aos sintomas, sinais e fatores de risco, de forma a conduzir para um diagnóstico precoce”, explica Ana Castro, presidente do GECCP.

Esta iniciativa conta com o apoio institucional da  Ordem dos Médicos Dentistas, Ordem dos Médicos, Ordem dos Enfermeiros, Câmara Municipal de Lisboa, Confederação Empresarial de Portugal, Confederação do Comércio e Serviço de Portugal, Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura Recreio e Desporto, Metro de Lisboa, Metro do Porto, Infraestruturas de Portugal e Associação para as Doenças da Tiroide, com o apoio de comunicação da agência de comunicação Float Group e com o patrocínio da Merck KGaA, da Bristol-Myers Squibb Company, da Merck Sharp & Dohme, da Medtronic e da Delta. A nível logístico, conta ainda com o apoio da gráfica A3 e para a elaboração de rastreios com a empresa Acção Contínua.

Fonte: Float (press release)

TEMAS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS