Pentoxifilina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Insuficiência Renal DCI com Advertência na Condução
O que é
A pentoxifilina, também conhecida como oxpentifilina, é um derivado da xantina usado como um medicamento para tratar a dor muscular em pessoas com doença arterial periférica.

Além disso, melhora o fluxo sanguíneo através do aumento da flexibilidade de eritrócitos e leucócitos. Também inibe a agregação de plaquetas.

A pentoxifilina modula a actividade imunológica por estimular a produção de citocinas.
Usos comuns
Doença arterial oclusiva periférica de origem arteriosclerótica ou diabética (p.ex., com claudicação intermitente e dor em repouso).
Lesões tróficas (p.ex., úlceras de perna e gangrena).
Doença vascular cerebral.
Perturbações circulatórias oculares devidas a distúrbios vasculares degenerativos
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Perturbações circulatórias arteriais e artério-venosas periféricas de origem arteriosclerótica ou diabética, claudicação intermitente, dor em repouso, angiopatia diabética; lesões e perturbações tróficas (síndroma pós-trombótico, úlcera da perna, gangrena), angioneuropatias.

Perturbações oculares e auditivas associadas a processos vasculares degenerativos com baixa da visão e da audição.

Perturbações circulatórias cerebrais, esclerose e acidente vascular cerebral, tais como redução da concentração e da memória, vertigens, cefaleias, alterações do sono, zumbidos, abatimento, etc.
Classificação CFT

03.05.02 : Outros vasodilatadores

Mecanismo De Acção
A pentoxifilina melhora a fluidez do sangue devido à sua acção sobre a diminuição patológica da deformabilidade dos eritrócitos reduzindo a sua agregação, a agregação plaquetária, reduzindo os níveis de fibrinogénio, a adesão dos leucócitos ao endotélio e sua activação, resultando na lesão do endotélio e diminuição da viscosidade do sangue.

Portanto, a pentoxifilina promove a perfusão microcirculatória através do aumento da fluidez do sangue e pelos seus efeitos antitrombóticos.

A resistência periférica pode ser ligeiramente reduzida se a pentoxifilina for administrada em doses elevadas ou por infusão rápida.

A pentoxifilina exerce um efeito inotrópico positivo moderado no coração.
Posologia Orientativa
Salvo prescrição médica contrária, a posologia inicial é de 3 comprimidos por dia, tratamento de manutenção é, por regra, de 2 comprimidos diários.
Administração
Os comprimidos devem tomar-se sem mastigar após as refeições.
Contra-Indicações
A Pentoxifilina não deve ser administrada em casos de hipersensibilidade à pentoxifilina ou a outras metilxantinas, ou a qualquer dos excipientes, hemorragias graves e enfarte recente do miocárdio.

Suspender a medicação com Pentoxifilina se se verificarem hemorragias retinianas extensas. Não administrar durante a gravidez.

A esclerose cerebral e coronária com hipertensão é considerada uma contra-indicação relativa da pentoxifilina injectável, tal como as arritmias graves.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Perturbações gastrointestinais (por exemplo, sensação de peso no epigástrio, náuseas, vómitos e diarreia), cefaleias ou tonturas podem ocorrer e obrigar, em casos isolados, à interrupção do tratamento.
Agitações e perturbações do sono também podem ocorrer Excepcionalmente.

Rubor ou sensação de calor facial, arritmias (por exemplo, taquicardia) angina de peito ou hipotensão foram assinalados muito raramente e, em geral, só após doses elevadas.
Nestes casos, é de encarar a necessidade de reduzir a posologia ou eventualmente interromper o tratamento.

reacções de hipersensibilidade como prurido, exantema, urticária ou edema angioneurótico são raras e desaparecem geralmente com a interrupção da terapêutica.
Foram descritos casos isolados de reacções de hipersensibilidade podendo evoluir até ao choque.

Hemorragias cutâneas ou das mucosas foram referidas em casos muito raros de doentes tratados com pentoxifilina isoladamente ou em associação com anticoagulantes ou inibidores da agregação plaquetária, sem que possa ter sido estabelecido ou excluído formalmente uma relação causal com a pentoxifilina.

Casos isolados de trombocitopénia foram também isolados.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Recomenda-se que não seja administrado durante a gravidez.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Dado não haver experiência suficiente, o médico deve pesar cuidadosamente os riscos e benefícios da administração da pentoxifilina a mulheres que amamentam.
Insuf. Renal
Insuf. Renal
Insuf. Renal:Reduzir dose em 30 a 50% para Cl cr < 30 ml/minuto.
Condução
Condução
Condução:Não altera a capacidade de condução.
Precauções Gerais
É necessária monitorização estreita em doentes com arritmias cardíacas graves, enfarte do miocárdio, hipotensão, insuficiência renal grave (clearance da creatinina inferior a 10 ml/min), insuficiência hepática pronunciada, aumento da tendência para hemorragia devido, por exemplo, a medicação anticoagulante ou a distúrbios da coagulação e, no caso da forma injectável, em doentes em que existe risco de baixa da tensão arterial (por exemplo, doentes com doença coronária grave ou estenoses relevantes das artérias relacionadas com a circulação sanguínea cerebral).

Não existe experiência quanto à administração em crianças.
Cuidados com a Dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.
Terapêutica Interrompida
Continue com a posologia prescrita pelo médico, não tome uma dose dupla para compensar.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças. Não guardar acima de 25º C.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Pentoxifilina Anti-hipertensores

Observações: n.d.
Interacções: O efeito dos antihipertensivos ou de outros medicamentos com potencial hipotensor pode ser aumentado. - Anti-hipertensores
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Pentoxifilina Insulinas

Observações: n.d.
Interacções: O efeito antihipoglicemiante da insulina ou dos antidiabéticos orais pode ser potenciado. Assim, recomenda-se que os doentes sob medicação antidiabética sejam controlados cuidadosamente. - Insulinas
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Pentoxifilina Antidiabéticos Orais

Observações: n.d.
Interacções: O efeito antihipoglicemiante da insulina ou dos antidiabéticos orais pode ser potenciado. Assim, recomenda-se que os doentes sob medicação antidiabética sejam controlados cuidadosamente. - Antidiabéticos Orais
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Pentoxifilina Teofilina

Observações: n.d.
Interacções: A administração concomitante da pentoxifilina e teofilina pode elevar os níveis de teofilina nalguns doentes, o que, pode levar a um aumento ou intensificação dos efeitos adversos da teofilina. - Teofilina
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Pentoxifilina
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Não existe experiência suficiente quanto ao uso de pentoxifilina durante a gravidez.
Assim recomenda-se que não seja administrado durante a gravidez.

A pentoxifilina passa para o leite materno em quantidades mínimas.
Dado não haver experiência suficiente, o médico deve pesar cuidadosamente os riscos e benefícios da administração da pentoxifilina a mulheres que amamentam.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021