Aceponato de hidrocortisona

DCI com Advertência na Gravidez
O que é
Aceponato de hidrocortisona é um corticosteróide utilizado na forma de cremes para o tratamento de várias dermatoses (doenças da pele).

É um éster de hidrocortisona (cortisol), com ácido acético e ácido propiónico.
Usos comuns
Está indicado em dermatite de contacto, dermatite atópica, liquenificação, dermatite de estase (varicosas eczema), psoríase, não-parasitária disidrose scrapie, esclerosada e atrófica líquen genital granuloma anular eritematoso, lúpus discóide, pustulose palmo-plantar não microbiana, dermatite extra-facial seborreica, prurido causado por Micose fungóide.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Recomendado para o tratamento de lesões descamativas, secas e inflamatórias.
Classificação CFT

13.05 : Corticosteroides de aplicação tópica

Mecanismo De Ação
É um esteróide de alta potência, que actua sobre os processos inflamatórios e alérgicos que ocorrem durante a evolução da dermatite atópica e / ou de contacto, actuando também sobre a comichão associada a estes processos.

Possui acção vasoconstritora (anti-exsudativa) e antimitótica ao inibir a replicação celular e os processos de síntese na derme e na epiderme.

O diesterificação do aceponato de hidrocortisona proporciona um aumento na lipofilicidade da hidrocortisona, o que incrementa a sua capacidade de penetração transcutânea.
Posologia Orientativa
Adultos.
Deve ser aplicado uma ou duas vezes por dia, formando uma fina camada sobre as áreas afectadas da pele.
Administração
Aplicar uma camada fina de creme sobre a área afectada.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao Aceponato de Hidrocortisona.
Na acne e rosácea, condições em que o tratamento base com corticosteróides é expressamente contra-indicado, infecções visíveis da pele de origem bacteriana, viral, ou causadas por fungos e parasitas, mesmo quando incluem uma resposta inflamatória.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Os pacientes que recebem altas doses de esteróides potentes, aplicados a uma grande superfície ou sob um curativo oclusivo devem ser monitorizados periodicamente para detectar se é produzida supressão do eixo HPA por meio de análise de cortisol livre urinário e estimulação da ACTH.

Se se constatar a supressão do eixo HPA, deve reduzir-se a frequência de aplicação ou substituir por um esteróide menos potente para gradualmente descontinuar o corticosteróide.

A recuperação da função do eixo HPA é geralmente realizada de forma rápida e com a cessação completa da administração do fármaco.
São raros os sinais e sintomas causados ​​pela suspensão ou retirada de esteróides. Se isso ocorrer, será necessário o uso de corticosteróides sistémicos adicionais.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
Psoríase: corticóides potentes devem ser administrados com cautela e sob a supervisão de um especialista em psoríase, devido ao risco de recaídas rebote, seguidas pelo desenvolvimento de tolerância, risco de ocorrer psoríase pustulosa generalizada e toxicidade local e sistémica, devido a lesões cutâneas.

Doenças de pele que envolvem afinamento da pele e hematomas. Os corticosteróides podem aumentar o afinamento da pele.

Os corticosteróides administrados topicamente tem certa absorção sistémica. Se aplicados a grandes áreas e também como curativos oclusivos ou usados por longo período aumenta a absorção, e com isso os efeitos sistémicos indesejados, especialmente em crianças.

Diabetes: pode corromper o controlo da diabetes, aumentando a glicose no sangue e na urina. No entanto, é pouco provável que ocorra quando usada durante curtos períodos de tempo.

Tuberculose: podem agravar as infecções existentes ou aparecerem novas.

Tratamento da infecção da pele: Para iniciar o antifúngico adequado ou terapia antibacteriana. Remover o corticosteróide até que a infecção esteja controlada.

As doenças de pele podem levar ao afinamento da pele (atrofia da pele) e facilitar as contusões (distúrbios da coagulação). Os corticosteróides podem aumentar o afinamento da pele.

Insuficiência hepática: porque o seu metabolismo é principalmente hepático.
Cuidados com a Dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.
Terapêutica Interrompida
Não utilizar uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu.
Cuidados no Armazenamento
Armazenar à temperatura ambiente não superior a 30 ° C.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informar o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Os corticosteróides não devem ser utilizados em crianças sem prescrição.

Também é aconselhável evitar a administração em grandes áreas da pele.

Evitar o contacto com os olhos e mucosas.

Lavar bem as mãos após a aplicação. Se acidentalmente entrar em contacto com olhos, lavar abundantemente com água.

Não aplicar cosméticos na pele ou em áreas afectadas sem informar o médico assistente.

Com exceção quando prescritos, não se deve aplicar qualquer curativo ou tamponamento na área tratada.

O uso deste esteróide não deve ultrapassar o período recomendado pelo médico.

Não é para ser usado na área periocular.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 26 de Novembro de 2020