OUVIDO

OMS lança aplicação móvel para ajudar a detetar perda auditiva

A OMS lançou a aplicação gratuita hearWHO para dispositivos móveis que permite aos utilizadores verificar o nível da sua audição. A ferramenta é direcionada para aqueles em risco de perda auditiva ou que já sentiram alguns dos sintomas relacionados com perda de audição.

OMS lança aplicação móvel para ajudar a detetar perda auditiva
Portugueses devem fazer teste do VIH e hepatites

SOCIEDADE E SAÚDE

Portugueses devem fazer teste do VIH e hepatites

Entre os destinatários desta nova app estão pessoas frequentemente expostas a elevados níveis de som. Entre elas, pessoas que ouvem música com volume alto ou trabalham em lugares com muito barulho, que tomam medicamentos prejudiciais para a audição e ainda, pessoas com idade acima dos 60 anos.

A OMS estima que mais de cinco por cento da população mundial, 466 milhões de pessoas, têm deficiência auditiva incapacitante. Destes, 34 milhões são crianças. Estima-se que em 2050 mais de 900 milhões de pessoas – uma em cada dez – sofrerão com perda auditiva, a menos que sejam tomadas medidas para prevenir e tratar a perda auditiva.

Este ano, o tema para assinalar o Dia Mundial da Audição, assinalado hoje, é “Uma audição para a vida. Não deixe que a surdez o limite”.

Em Portugal, o Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital de Braga associa-se à iniciativa e organiza, esta terça-feira, uma tertúlia com o objetivo de discutir a importância de implementar estratégias para consciencializar a sociedade para o tema e promove também um rastreio para aferir a saúde auditiva da população.

Fonte: SNS

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS


ÚLTIMAS NOTÍCIAS