Sulbutiamina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência na Condução
O que é
Sulbutiamina é uma versão Biosintética de tiamina, a conhecida vitamina B1.

Enquanto a tiamina pode melhorar suas habilidades cognitivas, ela é conhecida por ter uma taxa de absorção mais baixa, menos do que o suficiente para o seu cérebro aumentar os fatores relacionados à inteligência.

A molécula sulbutiamina resolve muitas destas dificuldades, ao fazer este nutriente lipídico solúvel, sendo absorvido em seu sangue mais facilmente.

Esta modificação também faz da sulbutiamina capaz de melhorar o transporte através da barreira hematoencefálica, onde pode interagir com o sistema nervoso central.

Isto é significativo, porque se um suplemento não é capaz de fazer isso, então ele não pode entrar no cérebro e ter os efeitos de cognição desejados.

Quando toma sulbutiamina por via oral, ela será absorvida em seus intestino e, em seguida, circulará no sangue, alcançando o tecido cerebral. Depois de penetrar a barreira hematoencefálica, é quebrada em vitamina B1 e certos ésteres afins.

Nas experiências têm-se observado que tomar sulbutiamina aumenta os níveis de tiamina e ésteres de fosfato de tiamina no cérebro a um grau muito maior do que tendo a mesma dose de tiamina. Por esta razão, podemos chamar a sulbutiamina de precursor de tiamina e são essas substâncias que são os principais responsáveis por todos os efeitos e benefícios deste nootrópico.

Tomar sulbutiamina afeta o neurotransmissor dopamina, que está envolvido em nossa sensação de prazer, nosso sistema de recompensas e função executiva, que determina que determina no que focar. Este suplemento, portanto, ajuda a aumentar os níveis deste produto químico poderoso no cérebro, juntamente com a densidade de recetores de dopamina na área do córtex pré-frontal.

Estes efeitos explicam por que a sulbutiamina é capaz de melhorar o seu humor e reduzir os sintomas de depressão e astenia. Como um impulsionador da dopamina, ela ainda tem sido associada à inibição de certos comportamentos, como a timidez. A próxima seção retratará com mais detalhes os benefícios de seu consumo.
Usos comuns
A Sulbutiamina destina-se ao tratamento da astenia (cansaço).
Tipo
Sem informação.
História
Sulbutiamina foi descoberta por pesquisadores japoneses que estavam à procura de uma forma de melhorar a taxa de absorção dessa vitamina.
Indicações
Tratamento dos estados de astenia de causa identificada.
Classificação CFT

02.13.01 : Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas

Mecanismo De Ação
A Sulbutiamina é uma molécula original, resultante de importantes modificações estruturais do núcleo tiaminico: formação duma ponte dissulfureto, introdução dum ester lipofilo, abertura do ciclo tiazole.

Estas diferentes modificações explicam:
- a sua liposolubilidade, favorecendo uma absorção digestiva rápida e permitindo a passagem da barreira hematomeníngea;

- o seu neurotropismo especifico para a substância reticulada, corno d'Ammon e o corpo pregueado, assim como para as células de Purkinje e os glomérulos da camada de grãos ao nível da crosta cerebelosa, demonstrada em histofluorescência, enquanto que a tiamina, nas mesmas condições, não produz nenhuma fluorescência;

No animal:
- a administração de Sulbutiamina no animal, permite evidenciar uma melhoria da coordenação motora e da resistência à fadiga muscular, particularmente nas provas onde um déficite motor é induzido pelos neurolépticos;

- ao nível cortical, Sulbutiamina, melhora a resistência do cortex cerebral sensibilizado por anoxias repetitivas.

Por outro lado, o estado de vigilia dos animais é aumentado pelo Sulbutiamina;
- observou-se durante os testes de aprendizagem no animal, um efeito benéfico sobre a realização motora e sobre a memorização.

No Homem: Sulbutiamina foi estudado nas astenias funcionais por meio de estudos controlados (placebo ou produtos de referência), utilizando testes psicométricos (Weschler), escalas de avaliação (Middlesex Hospital Questionnary, escala de observação clinica dos estados depressivos não psicóticos de Crocq, escala de auto-avaliação de Lipman), com avaliação estatistica dos resultados.

Estes ensaios são a favor duma atividade de Sulbutiamina, no tratamento sintomático das astenias funcionais.
Posologia Orientativa
1 a 3 comprimidos revestidos em uma ou várias tomas diárias por via oral.

Em média, no adulto, 2 comprimidos revestidos ao pequeno-almoço.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Hipersensibilidade à Sulbutiamina

Crianças e adolescentes

Gravidez e aleitamento
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Doenças gastrointestinais
Pouco frequentes (>1/1000;<1/100): náuseas, vómitos

Doenças do sistema nervoso
Pouco frequentes (>1/1000;<1/100): agitação, cefaleias, tremores
Afeções dos tecidos cutâneos e subcutâneos

Pouco frequentes (>1/1000;<1/100): rash
Advertências
Condução
Condução
Condução:Pode alterar a capacidade de condução.
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez.
Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
Não relevante.
Terapêutica Interrompida
Caso se tenha esquecido de tomar uma dose, tome a próxima à hora habitual.

Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Conservar a temperatura inferior a 25ºC.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Na ausência de estudos e por precaução não se aconselha a administração de sulbutiamina durante a gravidez.

Na ausência de estudos não se aconselha a administração de sulbutiamina durante o aleitamento.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020