Sorbitol

DCI com Advertência na Gravidez
O que é
O sorbitol é um poliálcool, também chamado de glucitol.

É encontrado naturalmente em diversas frutas, tais como a maçã e a ameixa.

Pode ser obtido a partir da hidrogenação da glicose.

O poder de adoçar é 50% menor que o da sacarose, sem entretanto causar cáries.
Usos comuns
Usado como laxante não estimulante via suspensão oral ou enema.
Tipo
Molécula pequena.
História
Sem informação.
Indicações
Para tratar a prisão de ventre.
Classificação CFT

N.D.

Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
Dose habitual para a obstipação:
Oral: 30 a 150 mL (solução a 70%) uma vez.
Retal: 120 ml (25% a 30% de solução) como um enema rectal uma vez.

Dose usual pediátrica para a obstipação:

2 a 11 anos:
Oral: 2 mL/kg (solução a 70%) uma vez.
Rectal: 30 a 60 mL (25% a 30% de solução) como um enema rectal uma vez.

Superior ou igual a 12 anos:
Oral: 30 a 150 mL (solução a 70%) uma vez.
Retal: 120 ml (25% a 30% de solução) como um enema rectal uma vez.
Administração
Via rectal.
Contraindicações
Hipersensibilidade ao sorbitol.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Obtenha ajuda médica de emergência se tiver algum destes sinais de reacção alérgica: urticária; dificuldade de respirar, inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Suspenda o uso de sorbitol e contacte o médico imediatamente se tiver um efeito adverso grave, tais como:
- Cólicas estomacais severas;
- Vómitos;
- Diarreia grave;
- Sangramento rectal;
- Fezes escuras ou com sangue;
- Fraqueza, tonturas, ou
- Necessidade frequente de evacuação.

Efeitos secundários menos graves podem incluir:
- Gases, náusea leve ou dores de estômago, ou
- Irritação rectal.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
Um laxante pode ser viciante e deve ser usado apenas até seus hábitos intestinais voltarem ao normal.

Nunca compartilhe sorbitol com outra pessoa, especialmente alguém com uma história de transtorno alimentar.

Manter o medicamento num lugar onde outros não podem alcançar.

Pergunte a um médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento se tem alergia, se seus hábitos intestinais mudaram de repente nos últimos 2 semanas, ou se tiver náuseas, vómitos ou dor de estômago que não tenha sido verificada por um médico.

Evite tomar laxantes ou outros medicamentos para a obstipação, a menos que o médico lhe diga.
Cuidados com a Dieta
A solução de sorbitol pode ser tomada com ou sem alimentos.
Terapêutica Interrompida
Tome a dose assim que se lembrar.

Não tome a dose esquecida se estiver quase hora da sua próxima dose.

Não tome medicamento extra para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Conservar à temperatura ambiente, entre 15 e 30 graus C.
Não congelar.
Armazene longe do calor, humidade e luz.
Não armazene na casa de banho.

Mantenha solução de sorbitol fora do alcance de crianças e longe de animais de estimação.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Contraindicado

Polistireno sulfonato de cálcio + Sorbitol

Observações: N.D.
Interacções: Uso concomitante está contra-indicado: Sorbitol (oral ou rectal): O uso concomitante de sorbitol com polistireno sulfonato de cálcio pode causar necrose do cólon. Por isso, a administração concomitante de sorbitol com polistireno sulfonato de cálcio está contra-indicada. - Sorbitol
Não recomendado/Evitar

Polistireno sulfonato de sódio + Sorbitol

Observações: N.D.
Interacções: Utilização concomitante não recomendada: Sorbitol (oral ou retal): A utilização concomitante de sorbitol com polistireno sulfonato de sódio não é recomendada devido a casos de necrose do cólon e a outras reações adversas graves, que podem ser fatais. - Sorbitol
Não recomendado/Evitar

Doravirina + Lamivudina + Tenofovir + Sorbitol

Observações: Os estudos de interação só foram realizados em adultos.
Interacções: Diversos Solução de sorbitol (3,2 g, 10,2 g, 13,4 g)/lamivudina: Quando possível, evite a administração concomitante crónica de doravirina/lamivudina/tenofovir disoproxil com medicamentos contendo sorbitol ou outros poliálcoois de acção osmótica (por exemplo: xilitol, manitol, lactitol, maltitol). Considerar uma monitorização mais frequente da carga vírica do VIH-1 quando a co-administração crónica não puder ser evitada. - Sorbitol
Não recomendado/Evitar

Lamivudina + Dolutegravir + Sorbitol

Observações: Não foram realizados estudos de interações medicamentosas com a associação Lamivudina / Dolutegravir. As interações são identificadas individualmente para a Lamivudina e o Dolutegravir. Não se esperam interações medicamentosas clinicamente significativas entre dolutegravir e lamivudina.
Interacções: Diversos Sorbitol Solução de sorbitol (3,2 g, 10,2 g, 13,4 g)/Lamivudina: Quando possível, evitar a administração concomitante crónica de Lamivudina + Dolutegravir com medicamentos contendo sorbitol ou outros poliálcoois com acção osmótica ou álcoois monossacáridos (ex.: xilitol, manitol, lactitol, maltitol). Considerar a monitorização mais frequente da carga vírica de VIH-1 quando a administração concomitante crónica não puder ser evitada. - Sorbitol
Contraindicado

Lamivudina + Nevirapina + Zidovudina + Sorbitol

Observações: n.d.
Interacções: Sorbitol: Pode diminuir a concentração sérica de LamiVUDine. Gerenciamento: Quando possível, evite a co-administração crónica de soluções contendo sorbitol com lamivudina, mas se essa combinação não puder ser evitada, monitore os pacientes mais de perto quanto a possíveis falhas terapêuticas associadas à diminuição da exposição à lamivudina. Considere modificação da terapia - Sorbitol
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções do Sorbitol
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 30 de Abril de 2021