Silimarina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento
O que é
Silimarina, também conhecida como silibina, é o principal componente ativo da silimarina, um extrato padronizado de sementes de leite de cardo contendo mistura de flavonolignans consistem , entre outros, de silibinin, isosilibinin, silicristina e silidianina.

Silimarina é uma mistura de dois diastereómeros , silibina A e B silibina , na proporção aproximadamente equimolar.

Tanto in vitro como pesquisas com animais sugerem que silibinin tem propriedades hepatoprotetora ( antihepatotoxica ) que protegem as células do fígado contra as toxinas.

Silimarina também demonstrou efeitos anti -cancro in vitro contra células humanas de adenocarcinoma de próstata , células de carcinoma de mama humano e independente de estrogénio-dependente , as células de carcinoma ectocervical humanos, células cancerígenas do cólon humano , e células de carcinoma de pulmão humano pequenas e nonsmall.

Silimarina modificados quimicamente, silimarina dihidrogénio dissuccinato dissódico ( nome comercial Legalon SIL) uma solução injectável, está sendo testado como um tratamento de intoxicações graves com substâncias hepatotóxicas, tais como cogumelos venenosos (Amanita phalloides).

Existe também evidência clínica para o uso de silimarina como um elemento de apoio no grau alcoólico e crianças "A" a cirrose do fígado.
Usos comuns
Tratamento coadjuvante da doença hepática alcoólica.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento coadjuvante da doença hepática alcoólica.
Classificação CFT

06.09.01 : Coleréticos e colagogos

Mecanismo De Ação
A eficácia anti-tóxica da silimarina foi demonstrada em animais de experiência em numerosos modelos de lesão hepática, p. ex. com as toxinas faloidina e amanitina de cogumelos venenosos, com lantânidos, tetracloreto de carbono, galactosamina, tioacetamida e o vírus FV3 hepatotóxico do sapo.

O efeito terapêutico da silimarina é atribuível ao facto de que tem vários locais ou mecanismos de ação: Devido ao seu poder de captação de radicais, a silimarina possui atividade antiperoxidante.

O processo fisiopatológico da peroxidação dos lípidos, responsável pela destruição da membrana celular, é interrompido ou impedido.

Além disso, nas células hepáticas, já lesadas, a silimarina estimula a síntese proteica e normaliza o metabolismo fosfolípidico.

O resultado é a estabilização da membrana celular, sendo limitada ou prevenida a perda dos constituintes da célula hepática (p.ex. transaminases).

A silimarina limita a entrada na célula de determinadas substâncias hepatotóxicas (toxinas do cogumelo venenoso).

O aumento da síntese proteica pela silimarina é devida à estimulação da polimerase I do ARN, uma enzima que está localizada no núcleo.

Isto leva a uma formação aumentada de ARN ribossómico, por consequência as proteínas estruturais e funcionais (enzimas) são sintetizadas em maior quantidade.

O resultado é um aumento da capacidade de reparação e do poder regenerativo do fígado.
Posologia Orientativa
Para o tratamento inicial e em casos graves, salvo indicação em contrário:

1 cápsula 3 vezes ao dia.

1 colher medida (suspensão oral) 4 vezes/dia (= 400 mg silimarina).


Dose de manutenção:

1 cápsula 2 vezes ao dia.

1 colher medida (suspensão oral) 2 vezes /dia (= 200 mg silimarina).
Administração
Via oral.

Deglutir as cápsulas inteiras, com uma quantidade de liquido apropriada.

Tomar a suspensão sem a diluir.
Agitar bem o frasco antes da administração.
Contraindicações
Hipersensibilidade à Silimarina.

Não existem dados suficientes, disponíveis, relativos ao uso deste medicamento em crianças.

Não deve ser usado em crianças com idade inferior a 12 anos de idade.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Em casos isolados observa–se um ligeiro efeito laxativo.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:Evitar; não há referência ao seu uso durante a gravidez. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:Durante o aleitamento só deverá ser utilizado sob expressa indicação médica.
Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.

Terapêutica Interrompida
Retomar normalmente o esquema posológico recomendado.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não conservar acima de 25 ºC.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Durante a gravidez e o aleitamento só deverá ser utilizado sob expressa indicação médica.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 08 de Setembro de 2020