Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
Analgésicos e antipiréticos.

O paracetamol DCI, também conhecido por acetaminofeno, é um fármaco com propriedades analgésicas e antipiréticas utilizado essencialmente para tratar a febre e a dor leve e moderada.

Feniramina (DCI) é um anti-histamínico com propriedades anticolinérgicas usadas para tratar condições alérgicas tais como febre do feno ou urticária.

O ácido ascórbico ou vitamina C (C6H8O6, ascorbato, quando na forma ionizada) é uma molécula usada na hidroxilação de várias reacções bioquímicas nas células. A sua principal função é a hidroxilação do colágeno, a proteína fibrilar que dá resistência aos ossos, dentes, tendões e paredes dos vasos sanguíneos.
Usos comuns
Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico é utilizado para tratar constipações, congestão ou secreção nasal (rinite), infecção na garganta ou na passagem nasal (nasofaringite) e os sintomas da gripe em adultos (a partir dos 15 anos).

Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico está indicado para o tratamento de:
secreção nasal (secreção nasal clara / fluxo) e lacrimejamento; espirros; dor de cabeça e/ou febre.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico é utilizado para tratar constipações, congestão ou secreção nasal (rinite), infecção na garganta ou na passagem nasal (nasofaringite) e os sintomas da gripe em adultos (a partir dos 15 anos).

Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico está indicado para o tratamento de:
secreção nasal (secreção nasal clara / fluxo) e lacrimejamento; espirros; dor de cabeça e/ou febre.
Classificação CFT

02.10 : Analgésicos e antipiréticos

Mecanismo De Ação
Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico tem três acções farmacológicas:
- acção anti-histamínica que reduz a coriza e o lacrimejamento muitas vezes associado e reduzindo os fenómenos espasmódicos como crises de espirros.
- acção antipirética e analgésica para a febre e dor (dor de cabeça, mialgia) com componente sedativa.
- Compensação de ácido ascórbico corporal.
Posologia Orientativa
Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico não deve ser tomado por pessoas com idade inferior a 15 anos.

A dose diária recomendada é de uma saqueta 2 a 3 vezes por dia.

Deve haver um intervalo de pelo menos 4 horas entre as tomas.

Em caso de gripe, é preferível tomar Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico dissolvido em água quente à noite.

O tratamento não deve exceder os 5 dias.

Em caso de insuficiência renal grave / deficiência (depuração creatina abaixo de 10 ml / min), o intervalo entre as doses deve ser, pelo menos, de 8 horas.
Administração
Para uso oral.
O conteúdo da saqueta é destinado à preparação de uma solução - dissolver o pó numa quantidade suficiente de água fria ou quente.
Contraindicações
Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico está contra-indicado:
- Em caso de hipersensibilidade ao Paracetamol, Feniramina e ao Ácido ascórbico
- Em caso de insuficiência hepatocelular.
- Em caso de glaucoma de ângulo fechado.
- Em caso de retenção urinária associada a problemas uretero-prostáticos
- Em crianças com menos de 15 anos.
- Em pessoas que desenvolveram intolerância à frutose, com síndrome de mal absorção à glucose / galactose, em pessoas com insuficiência de sacarase-isomaltase, devido à presença de sacarose.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Os efeitos adversos estão listados abaixo por classe de sistema de órgãos e por frequência.
As frequências definem-se como: muito frequentes (≥1/10); frequentes ≥( 1/100 a <1/10); pouco frequentes (≥1/1.000 a <1/100); raros (≥1/10.000 a <1/1.000); muito raros (<1/10.000), desconhecido (não pode ser calculado a partir dos dados disponíveis). Dentro de cada grupo de frequências, as reacções adversas são apresentadas por ordem decrescente de gravidade.

Feniramina
Doenças do sangue e do Sistema linfático
Desconhecido: leucopenia, neutropenia, trombocitopenia, anemia hemolítica.

Doençasdo Sistema Imunitário
Raros: eritema, anafiláctico, prurido, eczema,púrpura, urticária, edema, angioedema, choque

Perturbações do foro psiquiátrico
Desconhecido: agitação, ansiedade, insónia, confusão mental, alucinações e perda de memória ou da concentração (especialmente nos idosos).

Doenças do Sistema Nervoso
Desconhecido: sonolência (especialmente no início do tratamento, vertigem, movimentos descoordenados, tremores.

Afecções oculares
Desconhecidos: acomodação anormal, midríase.

Vasculopatias
Desconhecidos: hipotensão ortostática.

Doenças gastrointestinais
Desconhecidos: obstipação.

Doenças renais e urinários
Desconhecidos: retenção urinária.

Paracetamol
Doenças do sangue e do sistema linfático
Muito raro: trombocitopenia, leucopenia, neutropenia.

Doenças do Sistema imunitário
Raro: reacções de hipersensibilidade, angioedema, choque anafiláctico.

Afecções dos tecidos cutâneos e subcutâneos
Raro: rash cutâneo, urticária
Muito raro: reacções cutâneas graves

Ácido ascórbico
Doenças renais e urinárias
Desconhecido: pedras de oxalato e urato (para doses acima de 1 g).

Doenças do sangue e do sistema linfático
Desconhecido: Aumento da hemólise crónica (no caso de ausência de glucose-6-fosfato desidrogenase).
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
É aconselhável aconselhamento médico na administração de paracetamol a doentes com insuficiência renal ou hepática. O risco de sobredosagem é maior em pessoas com doença hepática alcoólica não-cirrótica.

Em caso de febre alta ou persistente, se ocorrer uma super-infeção, ou se os sintomas persistirem por mais de 5 dias deve ser tomado em consideração, outro tratamento.

O principal risco de dependência psicológica não surge a menos que as doses sejam mais elevadas do que o recomendado ou que o produto seja tomado em tratamentos prolongados.

Para evitar o risco de sobredosagem, devem ser evitados outros medicamentos que contenham paracetamol. Em adultos, pesando mais de 50 kg, a dose total diária não deve ultrapassar 4 gramas/dia.

Deve evitar-se o consumo de bebidas alcoólicas ou usar sedativos (particularmente barbitúricos) durante o tratamento, visto poderem aumentar o potencial anti-histamínico efeito sedativo.
Cuidados com a Dieta
Evite bebidas alcoólicas enquanto estiver a tomar este medicamento.
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25°C.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Não recomendado/Evitar

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Álcool

Observações: N.D.
Interações: Associações não recomendadas: Álcool (devido à presença de feniramina): O efeito anti-histamínico sedativo da H1 é aumentado pelo álcool. A vigilância diminuída pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. Evite bebidas alcoólicas e medicamentos contendo álcool. - Álcool
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Morfina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Morfina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Analgésicos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Analgésicos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antitússicos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Antitússicos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Terapêutica de substituição

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Terapêutica de substituição
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Neurolépticos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. - Neurolépticos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Barbitúricos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Barbitúricos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Benzodiazepinas

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Benzodiazepinas
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Ansiolíticos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Ansiolíticos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Meprobamato

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Meprobamato
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Hipnóticos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Hipnóticos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antidepressores

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Antidepressores
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Amitriptilina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Amitriptilina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Doxepina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Doxepina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Mianserina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Mianserina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Mirtazapina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Mirtazapina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Trimipramina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Trimipramina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antihistamínicos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Antihistamínicos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antihipertensores

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Antihipertensores
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Talidomida

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Talidomida
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Baclofeno

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos sedativos (devido à presença de feniramina): derivados da morfina (analgésicos, antitússicos e tratamentos de substituição, neurolépticos, barbitúricos, benzodiazepinas, outros ansiolíticos que não as benzodiazepinas (por exemplo meprobamato), hipnóticos, sedativos antidepressivos (amitriptilina, doxepina, mianserina, mirtazapina, trimipramina, anti-histamínicos sedativos H1, anti-hipertensivos de acção central, talidomida e baclofeno. Pode aumentar uma depressão central. A diminuição da vigilância pode tornar perigosas a condução de veículos e utilização de máquinas. - Baclofeno
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Atropina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis da atropina como retenção de urina, obstipação e boca seca. - Atropina
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antidepressores (Tricíclicos)

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis da atropina como retenção de urina, obstipação e boca seca. - Antidepressores (Tricíclicos)
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Antiparkinsónicos

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis da atropina como retenção de urina, obstipação e boca seca. - Antiparkinsónicos
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Disopiramida

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis da atropina como retenção de urina, obstipação e boca seca. - Disopiramida
Usar com precaução

Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico + Clozapina

Observações: N.D.
Interações: Associações em que devem ser tomadas precauções: Outros medicamentos derivados da atropina (devido à presença de feniramina) antidepressivos tricíclicos, a maior parte dos anti-histamínicos atropinícos H1, agentes anticolinérgicos antiparkinsónicos, atropina antiespasmódica, disopiramida, neurolépticos fenotiazínicos, bem como clozapina. Podem ocorrer outros efeitos indesejáveis da atropina como retenção de urina, obstipação e boca seca. - Clozapina
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interações do Paracetamol + Feniramina + Ácido ascórbico
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico não é recomendado durante a gravidez e em mulheres com potencial para engravidar que não utilizam métodos contraceptivos.

Paracetamol / Feniramina / Ácido ascórbico não deve ser utilizado durante a amamentação.

Deve ser tomada precaução especial em caso de condução e utilização de máquinas devido a sonolência associada com a utilização do medicamento principalmente no início do tratamento.

Este efeito é aumentado pelo consumo de bebidas alcoólicas, medicamentos que contenham álcool ou sedativos.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 26 de Novembro de 2020