Insulina degludec

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica) DCI/Medicamento sujeito a Monitorização Adicional
O que é
A Insulina degludec é uma insulina basal de ação lenta.
Usos comuns
É utilizada no tratamento da diabetes mellitus em adultos.

A Insulina degludec ajuda o organismo a reduzir o nível de açúcar no sangue.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento da diabetes mellitus em adultos.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
A insulina degludec liga-se especificamente ao recetor de insulina humana e tem os mesmos efeitos farmacológicos da insulina humana.

O efeito de diminuição da glucose sanguínea provocado pela insulina deve-se à fácil assimilação da glucose após a ligação da insulina aos recetores das células adiposas e musculares e à inibição simultânea da libertação de glucose pelo fígado.
Posologia Orientativa
Dosagem flexível.

– Siga sempre a dose prescrita pelo seu médico.

– Use a insulina degludec uma vez por dia, de preferência todos os dias, à mesma hora.

– Nos casos em que não é possível administrar à mesma hora do dia, a insulina degludec pode ser administrada numa altura diferente do dia.

Deve sempre garantir um mínimo de 8 horas entre as doses.

– Se quiser alterar a sua dieta habitual, falar previamente com o médico, farmacêutico ou enfermeiro, uma vez que a mudança na dieta pode alterar as necessidades de insulina.

O médico pode alterar a dose com base no seu nível de açúcar no sangue.
Administração
Sem Informação.
Contraindicações
Não utilize a Insulina degludec se tem alergia.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Se tiver uma reação alérgica grave (raramente observada) à insulina ou a qualquer um dos componentes da insulina degludec, pare de a utilizar e fale com um médico imediatamente.

Os sinais de uma reação alérgica grave são:
– as reações locais espalham-se a outras partes do corpo
– deixa de se sentir bem e apresenta subitamente transpiração
– começa a sentir-se maldisposto (vómitos)
– sente dificuldade em respirar
– tem um batimento cardíaco rápido ou sente tonturas.

Outros efeitos secundários incluem:
Frequentes (podem afetar até 1 em cada 10 pessoas):

Reações no local da injeção: Podem ocorrer reações no local da injeção.

Os sinais podem incluir: dor, vermelhidão, erupção na pele com comichão, inchaço e comichão.

As reações normalmente desaparecem após alguns dias.

Se não desaparecerem após algumas semanas, consulte o seu médico.

Pare de utilizar Insulina degludec e fale com um médico imediatamente, se as reações se agravarem.

Pouco frequentes (podem afetar até 1 em cada 100 pessoas):
Alterações da pele no local de administração da injeção (lipodistrofia):
O tecido adiposo sob a pele poderá atrofiar (lipoatrofia) ou aumentar de espessura (lipohipertrofia).

A alteração do local de cada injeção poderá ajudar a reduzir o risco de desenvolver estas alterações na pele.

Se notar alterações na pele, informe o seu médico ou enfermeiro.

Se continuar a administrar a injeção no mesmo local, estas reações podem agravar-se ainda mais e afetar a quantidade de medicamento absorvida pelo corpo através da caneta.

Articulações inchadas:
Quando começar a utilizar o medicamento, o corpo poderá fazer uma retenção de líquidos superior ao necessário.

Esta situação provoca um inchaço nos tornozelos e noutras articulações.

Geralmente, é uma situação que dura pouco tempo.

Raros (podem afetar até 1 em cada 1.000 pessoas):
Este medicamento pode provocar reações alérgicas, tais como erupção na pele com comichão, inchaço da língua e lábios, diarreia, náuseas, cansaço e comichão.

Efeitos gerais do tratamento da diabetes:
– Nível de açúcar no sangue demasiado baixo (hipoglicemia).
Advertências
Gravidez
Gravidez:A sua dose de insulina pode ter que ser alterada durante a gravidez. É necessário um controlo cuidadoso da sua diabetes durante a gravidez.
Precauções Gerais
Tenha especialmente em atenção o seguinte:
– Nível baixo de açúcar no sangue (hipoglicemia)
– Se o seu nível de açúcar no sangue estiver muito baixo
– Nível alto de açúcar no sangue (hiperglicemia)
– Se o seu nível de açúcar no sangue estiver muito alto
– Mudança de outras insulinas
– Se mudar de outro tipo, marca ou fabricante de insulina, a dose de insulina pode ter que ser alterada.

Fale com o seu médico.

– Pioglitazona usada com insulina
– Perturbações da visão
– As melhorias rápidas do controlo do açúcar no sangue podem levar a um agravamento temporário das afeções oculares da diabetes.

Se sentir perturbações da visão fale com o seu médico.

Não administre este medicamento a crianças e adolescentes, uma vez que não existe experiência com Insulina degludec em crianças com idade inferior a 18 anos.
Cuidados com a Dieta
Se beber bebidas alcoólicas, as suas necessidades de insulina podem mudar.

O seu nível de açúcar no sangue pode aumentar ou diminuir.

Assim, é aconselhável uma vigilância do seu nível de açúcar no sangue mais frequente do que o habitual.
Terapêutica Interrompida
Se se esquecer de uma dose, injete a dose em falta quando se aperceber de tal, certificando-se de que existe um mínimo de 8 horas entre doses.

Caso se aperceba de que se esqueceu de tomar a dose anterior no momento de tomar a dose seguinte, não injete uma dose a dobrar.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Antes da primeira utilização:
Conservar no frigorífico (2°C a 8°C).

Manter afastado do gerador de frio.

Não congelar.

Manter a tampa colocada na caneta para proteger da luz.

Após a abertura inicial ou quando transportado como sobressalente:
Não refrigerar.

Pode transportar a sua caneta pré-cheia de Insulina degludec (FlexTouch) consigo e mantê-la à temperatura ambiente (não superior a 30°C) durante um máximo de 8 semanas.

Mantenha sempre a tampa da caneta colocada quando não estiver a utilizá-la para a proteger da luz.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Antidiabéticos Orais

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Antidiabéticos orais
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Agonistas de recetores GLP-1

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Agonistas de recetores GLP-1
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Inibidores da monoaminoxidase (IMAOs)
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Bloqueadores beta-adrenérgicos

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Beta-bloqueadores Os beta-bloqueadores podem ocultar os sintomas de hipoglicemia.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECAs)
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Salicilatos

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Salicilatos
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Esteróides

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Esteroides anabolizantes
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Sulfonamidas

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem reduzir as necessidades de insulina: Sulfonamidas
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Contracetivos orais

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Contracetivos orais
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Diuréticos tiazídicos (Tiazidas)

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Tiazidas
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Glucocorticoides

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Glucocorticoides
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Hormona paratiroideia

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Hormonas da tiroide
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Simpaticomiméticos

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Simpaticomiméticos
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Hormona do crescimento humana

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Hormona do crescimento
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Insulina degludec + Danazol

Observações: N.D.
Interações: As seguintes substâncias podem aumentar as necessidades de insulina: Danazol
 Multiplos efeitos Terapêuticos/Tóxicos

Insulina degludec + Octreotido

Observações: N.D.
Interações: O octreótido/lanreótido podem ou aumentar ou reduzir as necessidades de insulina.
 Multiplos efeitos Terapêuticos/Tóxicos

Insulina degludec + Lanreotida

Observações: N.D.
Interações: O octreótido/lanreótido podem ou aumentar ou reduzir as necessidades de insulina.
 Multiplos efeitos Terapêuticos/Tóxicos

Insulina degludec + Álcool

Observações: N.D.
Interações: O álcool pode intensificar ou reduzir o efeito hipoglicémico da insulina.
 Multiplos efeitos Terapêuticos/Tóxicos
Deve informar o médico, farmacêutico ou enfermeiro se estiver a tomar, tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.

Níveis de açúcar no sangue demasiado baixos (hipoglicemia) ou demasiado altos (hiperglicemia) podem afetar a sua capacidade de condução de veículos ou de utilização de ferramentas ou máquinas.

Se o seu nível de açúcar no sangue for demasiado baixo ou demasiado alto, a sua capacidade de concentração ou reação pode ser afetada.

Deste modo, poderá colocar-se a si próprio ou a outras pessoas em perigo.

Pergunte ao seu médico se pode conduzir, caso:
– tenha frequentemente um nível baixo de açúcar no sangue
– não consiga reconhecer facilmente os sintomas de um nível baixo de açúcar no sangue.

Caso esteja a utilizar outros medicamentos, pergunte ao seu médico se é necessário ajustar o tratamento.

É recomendável que o doente diabético tenha sempre consigo pacotes de açúcar, rebuçados, biscoitos ou sumos de fruta açucarados.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017