Electrólitos + Hidroxietilamido

DCI com Advertência na Gravidez Uso Hospitalar DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica) DCI/Medicamento sujeito a Monitorização Adicional
O que é
Substitutos do plasma e das fracções proteicas do plasma.
Usos comuns
É um fluido que é inserido diretamente numa veia e é usado para substituir o sangue perdido do corpo, por ex., após um acidente ou outro ferimento, de forma a apoiar a circulação.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento de hipovolemia iminente ou manifesta e choque hipovolémico.
Classificação CFT
12.06     Substitutos do plasma e das frações proteicas do plasma
Mecanismo De Ação
É um substituto plasmático coloidal que contém solução de hidroxietilamido a 6%, acetato de Ringer (osmolaridade teórica de 277 mOsm/l).

O peso molecular médio é de 130.000 Daltons e a substituição molar é de 0,42.

É oncótica, ou seja, o aumento do volume intravascular é equivalente ao volume perfundido.

O componente eletrolítico é a solução de acetato de Ringer, com uma composição catiónica isoiónica e com o acetato como um anião metabolizável.

O acetato é oxidado e tem um efeito alcalinizante no equilíbrio ácido-base que é vantajoso quando existe uma tendência subjacente para a acidose metabólica.

Associa o coloide HES 130/0,42 para substituição do volume e um componente ácido-base em equilíbrio, solução de acetato de Ringer.

A duração do efeito do volume depende essencialmente da substituição molar e, em menor grau, do peso molecular médio.

A hidrólise intravascular dos polímeros de HES tem como consequência a libertação contínua de moléculas mais pequenas assim como de moléculas oncoticamente ativas, antes da sua excreção através dos rins.

A hemodiluição pode reduzir a viscosidade do plasma e o hematócrito.

Após a hemodiluição isovolémica, o efeito de expansão do volume é mantido durante pelo menos 6 horas.
Posologia Orientativa
A dose diária e a velocidade de perfusão dependem da quantidade de sangue perdido, da manutenção ou restabelecimento dos parâmetros hemodinâmicos e do nível de hemodiluição.

Os primeiros 10 a 20 ml devem ser perfundidos lentamente e com uma monitorização cuidadosa do doente de modo a que seja possível detetar reações anafilactoides com a maior brevidade possível.

Velocidade máxima de perfusão:
A velocidade máxima de perfusão depende da condição clínica.

Aos doentes em choque hipovolémico agudo pode ser administrada até 20 ml por kg de peso corporal por hora (equivalente a 0,33 ml/kg peso corporal/min ou 1,2 g de hidroxietilamido por kg de peso corporal por hora).

Em situações que causem risco de vida podem ser administrados 500 ml por perfusão sob pressão.

Dose diária máxima:
Até 50 ml (Eletrólitos, Hidroxietilamido) por kg de peso corporal (equivalente a 3,0 g de hidroxietilamido, 6,5 mmol de sódio e 0,268 mmol de potássio por kg de peso corporal).

Isto é equivalente a 3500 ml (Electrólitos, Hidroxietilamido), para um doente com 70 kg de peso corporal.
Administração
Via intravenosa.
Contraindicações
Se tiver hipersensibilidade ao hidroxietilamido;
Se tiver demasiada quantidade de água no seu corpo (hiperhidratação), incluindo fluido nos pulmões (edema pulmonar);
Se tiver insuficiência renal grave com pouca ou nenhuma passagem de urina;
Se tiver hemorragias cerebrais (hemorragia intracraniana);
Se tiver a função hepática gravemente diminuída;
Se tiver insuficiência cardíaca.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Os efeitos secundários mais comuns obervam-se no equilíbrio de fluidos e sal do organismo.

A diluição do sangue frequentemente afeta a capacidade do sangue coagular.

Alguns resultados sanguíneos laboratoriais podem ser afetados e dar falsos resultados positivos (por ex., amilase, um teste da função pancreática).

O médico deverá ser informado disto.

Algumas vezes, após receber o medicamento, ocorre comichão na pele (prurido).

Isto pode começar algumas semanas após a perfusão e durar durante alguns meses.

Raramente, podem ocorrer reações alérgicas (hipersensibilidade) à perfusão que podem ser graves.

O seu médico estará alerta para estas reações e irá tratá-las adequadamente.

Outros produtos contendo amido provocaram problemas no fígado, quando o amido foi administrado durante um longo período de tempo.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Não administrar durante a gravidez
Precauções Gerais
Se o nível de sódio no sangue for demasiado alto (hipernatremia);
Se o nível de cloro no sangue for demasiado alto (hipercloremia);
Se o nível de potássio no sangue for demasiado alto (hipercaliemia);
Se tiver problemas renais.

Pode haver necessidade de ajustar a dose.

Se estiver gravemente desidratado (falta de água no corpo).

Deverá receber uma perfusão intravenosa de fluidos antes de receber este medicamento.

Se tiver uma doença que requeira uma restrita ingestão de sódio (por exemplo, insuficiência cardíaca, retenção de fluidos, tensão arterial elevada, ocorrência de convulsões na gravidez).

Se tiver problemas hepáticos;
Se tiver um distúrbio grave da coagulação sanguínea;
Em crianças.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Não aplicável.
Cuidados no Armazenamento
Não congelar.

Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Hidroxietilamido + Aminoglicosídeos

Observações: N.D.
Interações: Aminoglicosídeos: Os efeitos adversos dos aminoglicosídeos nos rins poderão aumentar em associação com perfusões de hidroxietilamido.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Electrólitos + Hidroxietilamido + Glicósideos digitálicos

Observações: N.D.
Interações: Glicosídeos digitálicos: Os níveis aumentados de cálcio podem aumentar o risco de efeitos tóxicos de glicosídeos digitálicos.

Electrólitos + Hidroxietilamido + Potássio

Observações: N.D.
Interações: Medicamentos que provocam retenção de potássio ou sódio: Deve ser ponderada a administração concomitante de medicamentos que possam provocar retenção de potássio ou sódio.

Electrólitos + Hidroxietilamido + Sódio

Observações: N.D.
Interações: Medicamentos que provocam retenção de potássio ou sódio: Deve ser ponderada a administração concomitante de medicamentos que possam provocar retenção de potássio ou sódio.
Deve informar o médico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

É particularmente importante informar o médico sobre medicamentos que previnem a coagulação ou diluam o sangue (por ex., heparina, varfarina, anticoagulantes, medicamentos anti-inflamatórios não esteroides e valproato de sódio – um medicamento usado no tratamento da epilepsia).

Isto porque este medicamento pode também ter um efeito na coagulação do sangue.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 10 de Março de 2016