Dióxido de azoto (Dióxido de nitrogénio)

O que é
O dióxido de azoto ou dióxido de nitrogénio é um composto químico constituído por dois átomos de oxigénio e um de azoto; a sua fórmula química é NO2.

Gás de cor acastanhada ou castanho-avermelhada, de cheiro forte e irritante, muito tóxico, é um poderoso oxidante que, nas reacções na atmosfera pode dar origem a ácido nítrico, bem como a nitratos orgânicos que contribuem para fenómenos com elevado impacto ambiental, como as chuvas ácidas e a eutrofização de lagos e rios.

Desempenha um papel fundamental no ciclo químico do ozono.

O NO2 é um gás irritante para os pulmões e diminui a resistência às infeções respiratórias.

Os efeitos às exposições de curto prazo ainda não são bem conhecidos, mas a exposição continuada ou frequente a níveis relativamente elevados pode provocar tendência para problemas respiratórios em crianças e grupos de risco como os asmáticos.

Ele pode ser formado nas reações de combustão dos motores a explosão, na queima de querosene, a partir da reação de ácido nítrico (em excesso) com alguns metais (como a prata), ou a partir da reação de óxido nítrico (NO) com oxigénio (O2).

O dióxido de azoto existe em equilíbrio com o tetróxido de nitrogênio N2O4.
Usos comuns
O Azoto medicinal tem vários usos médicos, especialmente em forma líquida, quando permite temperaturas tão baixas como -196°C.

As aplicações de azoto medicinal no universo dos cuidados de saúde podem incluir:

A criopreservação (BioBanking) para a preservação a longo prazo das linhas de células, dos tecidos, das células-tronco, do sangue, dos componentes do sangue, de outras células e fluidos corporais.

Na criocirurgia para pequenos procedimentos cirúrgicos.

Como um componente em misturas de gases diversos.

Como um meio de transporte de material estéril, um meio de deslocamento de não-oxidantes em frascos farmacêuticos e como propulsor em aerossóis pressurizados.

Como uma fonte de pressão pneumática para dispositivos médicos de alimentação a gás.

Como um refrigerante para lasers de Dióxido de Carbono cirúrgico.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
O Azoto medicinal tem vários usos médicos, especialmente em forma líquida, quando permite temperaturas tão baixas como -196°C.

As aplicações de azoto medicinal no universo dos cuidados de saúde podem incluir:

A criopreservação (BioBanking) para a preservação a longo prazo das linhas de células, dos tecidos, das células-tronco, do sangue, dos componentes do sangue, de outras células e fluidos corporais.

Na criocirurgia para pequenos procedimentos cirúrgicos.

Como um componente em misturas de gases diversos.

Como um meio de transporte de material estéril, um meio de deslocamento de não-oxidantes em frascos farmacêuticos e como propulsor em aerossóis pressurizados.

Como uma fonte de pressão pneumática para dispositivos médicos de alimentação a gás.

Como um refrigerante para lasers de Dióxido de Carbono cirúrgico.
Classificação CFT

N.D.

Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
Conforme prescrição médica.
Administração
Sem informação.
Contraindicações
Alergia ao Dióxido de azoto.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Lesões nos brônquios e alvéolos pulmonares

Aumento da reatividade aos alergénios

Bronquite crónica

Enfisemas

Edema pulmonar se as doses forem elevadas
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
Sem informação.
Cuidados com a Dieta
Sem informação.
Terapêutica Interrompida
Sem informação.
Cuidados no Armazenamento
Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 18 de Setembro de 2020