Di-hexazina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
A Di-hexazina é uma medicação antialérgica, classe dos anti-histamínicos H1 sedativos.
Usos comuns
É um estimulante do apetite, indicado em anorexias de todo o tipo, estados de magreza e desnutrição, transtornos de crescimento e convalescenças.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Estimulante do apetite; Anorexia de todos os tipos; Estados de magreza e desnutrição; Transtornos do crescimento; Convalescenças.
Classificação CFT

10.01.01 : Anti-histamínicos H1 sedativos

Mecanismo De Ação
A Dihexazina é um poderoso estimulante do centro hipotalâmico regulador do apetite. A anorexia é uma situação corrente, sobretudo em pediatria, e de causas extremamente variadas.

Embora o tratamento etiológico ou etiopatogénico das situações que conduzem à anorexia seja o mais indicado, nem sempre é eficaz ou suficiente. Daí que se tenha que recorrer a produtos de efeito anorexígeno desde que sejam eficazes e bem tolerados como é o caso da Dihexazina.

As propriedades antianoréxicas do fármaco em questão proporcionam ao medicamento a marcada propriedade de estimular o apetite e produzir aumento de peso corpóreo, devendo assinalar-se que tal sucede sem que haja aumento de retenção aquosa nem tenha podido demonstrar-se qualquer efeito de exaltação da função cortico-supra-renal ou se tenha produzido hipotiroidismo.
Posologia Orientativa
Adultos: 3 comprimidos por dia.

Os comprimidos devem ser tomados antes das refeições e deglutidos inteiros.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Não tome:
– Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância activa.
– Se sofre de glaucoma ou se sofre de retenção urinária.

Contra-indicado também em doentes com crise aguda de asma.
Não utilize em crianças com menos de 2 anos.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Nos 2 ou 3 primeiros dias do tratamento, pode manifestar-se predisposição para a sonolência, que desaparece espontaneamente. Nas crianças esta tendência manifesta-se simplesmente por um estado de maior tranquilidade e sossego.

Os outros efeitos colaterais são os que se verificam com os anti-histamínicos em geral.
Advertências

Sem informação.

Precauções Gerais
Tome especial cuidado se estiver a tomar inibidores da MAO quando tomar bebidas alcoólicas.

Existem interacções com os inibidores da MAO. Não deve ser tomado em associação com medicamentos com acção sedativa.
Cuidados com a Dieta
Não ingerir bebidas álcoólicas.
Terapêutica Interrompida
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Continue com a posologia indicada pelo Médico.
Cuidados no Armazenamento
Conservar a temperatura inferior a 25°C.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Di-hexazina + Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: N.D.
Interacções: Estão descritas interacções farmacológicas com os IMAO e efeitos aditivos com o álcool e outros depressores do SNC. - Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Di-hexazina + Álcool

Observações: N.D.
Interacções: Estão descritas interacções farmacológicas com os IMAO e efeitos aditivos com o álcool e outros depressores do SNC. - Álcool
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Di-hexazina + Depressores do SNC

Observações: N.D.
Interacções: Estão descritas interacções farmacológicas com os IMAO e efeitos aditivos com o álcool e outros depressores do SNC. - Depressores do SNC
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções do Di-hexazina
Informe o seu Médico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Como precaução inerente a qualquer medicação, não deve administrar-se o medicamento durante a gravidez e a lactação.

Durante o tratamento, os doentes devem abster-se de conduzir máquinas ou qualquer veículo automóvel.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 26 de Novembro de 2020