Darvadstrocel

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento Uso Hospitalar
O que é
Darvadstrocel é um medicamento utilizado para o tratamento de fístulas perianais complexas em doentes adultos com doença de Crohn (uma doença que causa inflamação do intestino) quando os outros sintomas da doença estão controlados ou são de intensidade ligeira.

As fístulas perianais são canais anormais que ligam partes do intestino grosso (reto e ânus) à pele junto ao ânus, podendo desta forma surgir uma ou mais aberturas perto do ânus
As fístulas perianais são descritas como sendo complexas se tiverem múltiplos canais e aberturas, se penetrarem profundamente no corpo ou se estiverem associadas a outras complicações, tais como acumulações de pus (líquido infetado, também designado por abcesso).

As fístulas perianais podem causar dor, irritação e corrimento purulento através das aberturas na pele.

Darvadstrocel é utilizado quando as fístulas não responderam suficientemente bem ao tratamento anterior.

Quando é injetado perto das fístulas perianais, Darvadstrocel reduz a inflamação, aumentando a probabilidade de as fístulas sararem.

Darvadstrocel é composto por células estaminais colhidas do tecido gordo de um dador adulto saudável (as chamadas células estaminais alogénicas) e, em seguida, cultivadas num laboratório.

As células estaminais adultas são um tipo especial de células que se encontram em muitos tecidos adultos, e cuja principal função é reparar os tecidos onde se encontram.
Usos comuns
Darvadstrocel é indicado para o tratamento de fístulas perianais complexas em doentes adultos com doença de Crohn luminal não ativa/ligeiramente ativa, quando as fístulas revelaram resposta inadequada a, pelo menos, uma terapêutica convencional ou biológica. Darvadstrocel deve ser utilizado após o condicionamento das fístulas.
Tipo
Medicamento Órfão.
História
Sem informação.
Indicações
Darvadstrocel é indicado para o tratamento de fístulas perianais complexas em doentes adultos com doença de Crohn luminal não ativa/ligeiramente ativa, quando as fístulas revelaram resposta inadequada a, pelo menos, uma terapêutica convencional ou biológica. Darvadstrocel deve ser utilizado após o condicionamento das fístulas.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
O darvadstrocel contém células estaminais adiposas expandidas (eASC), que demonstram efeitos imunomoduladores e anti-inflamatórios em locais de inflamação.

As fístulas anais normalmente apresentam-se como fissuras que penetram no lúmen intestinal e na superfície da pele perianal e caracterizam-se por inflamação local que é exacerbada por infeções bacterianas e contaminação fecal.

Na área inflamada ocorre infiltração de linfócitos ativados e a libertação local de citoquinas inflamatórias.

As citoquinas inflamatórias, em particular o IFN-γlibertado pelas células imunitárias ativadas (ou seja, os linfócitos), ativam as eASC.

Uma vez ativadas, as eASC impedem a proliferação dos linfócitos ativados e reduzem a libertação de citoquinas próinflamatórias.

Esta atividade imunorreguladora reduz a inflamação, o que pode permitir que os tecidos em redor do trajeto fistuloso cicatrizem.
Posologia Orientativa
A dose recomendada é de 120 milhões de células.
Antes do tratamento com Darvadstrocel irá receber um anestésico.
Assim que tenha sido anestesiado (anestesia geral ou regional), o cirurgião irá:
• limpar as fístulas com água salgada e remover todo o tecido cicatricial.
• coser as aberturas internas das fístulas.
• injetar Darvadstrocel. Metade da dose será injetada dentro do tecido em redor das aberturas internas das fístulas e a outra metade da dose no tecido das paredes ao longo das fístulas.
• massajar suavemente durante 20 a 30 segundos a área onde a fístula abre na pele perto do ânus.
Administração
Darvadstrocel apenas deve ser administrado por médicos especialistas com experiência no diagnóstico e tratamento das doenças para as quais Darvadstrocel é indicado.

Para uso intralesional num ambiente cirúrgico com anestesia (geral ou local).
Contraindicações
Hipersensibilidade ao Darvadstrocel.
Hipersensibilidade ao soro bovino.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Alguns dos efeitos secundários do tratamento com Darvadstrocel estão relacionados com o processo de limpeza das fístulas.
Em geral, estes efeitos secundários são bastante ligeiros e desaparecem nos dias a seguir ao procedimento de limpeza das fístulas.

Efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em 10 doentes):
• abcesso anal
• fístula anal
• proctalgia (dor no reto ou no ânus)
• dor relacionada com a intervenção (dor após a limpeza da fístula)
Advertências
Gravidez
Gravidez:Darvadstrocel não é recomendado durante a gravidez e em mulheres com potencial para engravidar que não utilizam métodos contracetivos
Aleitamento
Aleitamento:Como medida de precaução, não é recomendada a administração de darvadstrocel durante a amamentação.
Precauções Gerais
Darvadstrocel pode conter vestígios de benzilpenicilina e de estreptomicina. Isto deve ser levado em consideração em doentes com hipersensibilidade aguda conhecida (antecedentes de reações anafiláticas) a estas classes de substâncias.

Não é recomendada anestesia local devido ao efeito desconhecido dos anestésicos locais nas células injetadas.
A utilização de peróxido de hidrogénio, azul de metileno, soluções iodadas ou de soluções hipertónicas de glicose através dos trajectos fistulosos não é permitida antes, durante ou após a injeção de Darvadstrocel, pois pode comprometer a viabilidade das células e, por conseguinte, pode afetar a eficácia do tratamento.
Darvadstrocel é indicado apenas para injeção intralesional.
Darvadstrocel não pode ser administrado com uma agulha mais fina do que 22G. As agulhas de diâmetro inferior podem causar rutura das células durante a injeção e podem comprometer a viabilidade das células e, por conseguinte, afetar a eficácia do tratamento.
Este medicamento é uma terapêutica com células estaminais vivas, não pode ser esterilizado e, por conseguinte, pode conter material biológico potencialmente infetado, embora o risco seja considerado baixo e controlado durante o fabrico.
Os doentes devem ser seguidos quanto a potenciais sinais de infeção após a administração.

O condicionamento de fístulas foi associado a proctalgia e dor relacionada com a intervenção.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Não aplicável.
Cuidados no Armazenamento
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não conservar acima de 25°C ou a temperatura inferior a 15°C.
Não refrigerar ou congelar.
Manter o medicamento dentro da embalagem de cartão.

Como este medicamento irá ser utilizado durante uma cirurgia, o pessoal do hospital é responsável pela correta conservação do medicamento antes e durante a sua utilização, bem como pela sua correta eliminação.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Darvadstrocel + Infliximab

Observações: n.d.
Interações: Não foram realizados estudos de interação in vivo. Estudo de interação in vitro demonstraram que a viabilidade celular e a função imunomoduladora de Darvadstrocel não são afetadas pela presença de concentrações clinicamente relevantes de terapêuticas convencionais para a doença de Crohn (infliximab, metotrexato e azatioprina).

Darvadstrocel + Metotrexato

Observações: n.d.
Interações: Não foram realizados estudos de interação in vivo. Estudo de interação in vitro demonstraram que a viabilidade celular e a função imunomoduladora de Darvadstrocel não são afetadas pela presença de concentrações clinicamente relevantes de terapêuticas convencionais para a doença de Crohn (infliximab, metotrexato e azatioprina).

Darvadstrocel + Azatioprina

Observações: n.d.
Interações: Não foram realizados estudos de interação in vivo. Estudo de interação in vitro demonstraram que a viabilidade celular e a função imunomoduladora de Darvadstrocel não são afetadas pela presença de concentrações clinicamente relevantes de terapêuticas convencionais para a doença de Crohn (infliximab, metotrexato e azatioprina).

Darvadstrocel + Anestésicos locais

Observações: n.d.
Interações: Não são recomendados corantes e anestesia local devido ao efeito desconhecido dos anestésicos locaisnas células injetadas.
Informe o seu Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Darvadstrocel não é recomendado durante a gravidez e em mulheres com potencial para engravidar que não utilizam métodos contracetivos.

Como medida de precaução, não é recomendada a administração de darvadstrocel durante a amamentação.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 14 de Maio de 2018