Brotizolam

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
O brotizolam é um medicamento sedativo-hipnótico tienotriazolodiazepina que é um análogo da benzodiazepina.
Possui propriedades ansiolíticas, anticonvulsivantes, hipnóticas, sedativas e relaxantes do músculo esquelético e é considerado semelhante em efeito a outros benzodiazepínicos hipnóticos de acção curta, como triazolam ou midazolam.
É usado no tratamento de curto prazo de insónia grave.
O brotizolam é um hipnótico altamente potente e de acção curta.
Usos comuns
O medicamento está indicado na insónia requerendo intervenção farmacológica.
Tipo
Molécula pequena.
História
Brotizolam foi patenteado em 1974 e entrou em uso médico em 1984.
Indicações
Hipnótico (indutor do sono).
Classificação CFT

02.09.01 : Ansiolíticos, sedactivos e hipnóticos

Mecanismo De Acção
O Brotizolam é uma hetrazepina que se liga especificamente e com grande afinidade aos receptores das benzodiazepinas no sistema nervoso central.

Reduz o período de indução do sono, a frequência dos despertares noturnos, prolongando a duração do sono.

Nas doses recomendadas, a estrutura do sono mantém-se inalterada.
Posologia Orientativa
Administrar 0,25 mg ao deitar.
Nos idosos 0,125 mg ao deitar.
Administração
Via oral.
Contra-Indicações
Hipersensibilidade ao Brotizolam.
As doses nos indivíduos idosos devem ser em geral menores do que no adulto jovem; nas crianças, tal como no idoso, podem desencadear-se reações paradoxais.
Ter atenção na miastenia gravis, na insuficiência respiratória grave, e na síndrome de apneia do sono.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Frequentes: Sonolência, cefaleias e perturbações gastrointestinais.

Pouco frequentes: Pesadelos nocturnos, depressão, alterações do humor, ansiedade, dependência, emotividade alterada, comportamento anormal, agitação, libido alterada, tonturas, sedação, ataxia, amnésia anterógrada, demência*, incapacidade mental*, incapacidade psicomotora*, diplopia, boca seca, disfunção hepática, icterícia, reacções cutâneas, fraqueza muscular, sintomas de abstinência, reacções paroxísticas, efeito rebound, irritabilidade, fadiga, alterações nos testes da função hepática, acidentes de viação*, quedas*.

Raros: Confusão, agitação psicomotora, diminuição do nível de consciência.

*) Efeitos de classe das benzodiazepinas.
Advertências
Gravidez
Gravidez
Gravidez:A utilização de brotizolam não é recomendada durante a gravidez.
Aleitamento
Aleitamento
Aleitamento:A utilização de brotizolam não é recomendada durante a amamentação.
Condução
Condução
Condução:Este medicamento pode aumentar de modo substancial os tempos de reacção, mesmo quando utilizado como prescrito, pode afectar a capacidade dos doentes para conduzir ou de utilizar máquinas, particularmente, se o medicamento for tomado concomitantemente com álcool e/ou outos medicamentos depressores do SNC.
Precauções Gerais
Fale com o médico antes de tomar Brotizolam.
- Se tem função hepática diminuída, insuficiência respiratória crónica com hipercapnia, ou se tem mais de 65 anos, o médico pode considerar uma redução da dose do medicamento.
- Se tem doença psicótica, depressão ou ansiedade associada à depressão, não deve utilizar Brotizolam isoladamente para o tratamento destas situações.
Nestes casos, o médico pode considerar a associacção com outros medicamentos.

Tenha em atenção que o uso continuado de Brotizolam, pode levar à diminuição do efeito hipnótico.
Pode também provocar dependência física e psíquica.
Este risco aumenta com a dose e a duracção do tratamento, sendo também mais elevado em doentes com tendência para desenvolverem dependência ao álcool ou a drogas.
Em caso de dependência, a interrupção abrupta do tratamento pode ser acompanhada de sintomas de abstinência, que podem variar entre perturbações ligeiras, como cefaleias ou dores musculares, e graves sintomas psiquiátricos como ansiedade extrema, tensão, inquietacção, confusão e irritabilidade.

Em casos muito graves, podem mesmo ocorrer outros sintomas como fuga à realidade, despersonalizacção, entorpecimento e sensacção de formigueiro nas extremidades, hipersensibilidade à luz, ao ruído ou ao contacto físico, alucinações ou ataques epiléticos (convulsões).

Dado que o risco de aparecimento de sintomas de abstinência é maior após a interrupção abrupta do tratamento, a toma de Brotizolam deve ser descontinuada gradualmente com progressiva redução da dose.

Informe o médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.
Quando o Brotizolam é tomado concomitantemente com outros medicamentos sedativos de acção central, como antipsicóticos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, antidepressivos, analgésicos narcóticos, antiepiléticos, anestésicos e sedativos anti-histamínicos, pode ocorrer potenciacção dos efeitos ao nível do sistema nervoso central.

Brotizolam pode também interagir com medicamentos indutores ou inibidores do citocromo 3A4, como por exemplo a rifampicina ou o cetoconazol, respectivamente.
Cuidados com a Dieta
Não deve tomar álcool enquanto estiver a fazer tratamento com Brotizolam, uma vez que pode haver aumento de sedação, fadiga e desconcentração.
Terapêutica Interrompida
Não tomar uma dose a dobrar para compensar um comprimido de que se esqueceu.
Cuidados no Armazenamento
Não conservar acima de 25ºC.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação
Não recomendado/Evitar

Brotizolam + Álcool

Observações: N.D.
Interacções: Os efeitos de sedação, fadiga e perturbação da concentração podem estar aumentados quando brotizolam é utilizado concomitantemente com álcool. O álcool deve ser evitado durante o tratamento com brotizolam, pois pode alterar e aumentar o efeito de brotizolam de forma imprevisível. - Álcool
Não recomendado/Evitar

Etcorvinol + Brotizolam

Observações: N.D.
Interacções: Usando etclorvinol com qualquer um dos seguintes medicamentos normalmente não é recomendada, mas pode não ser necessária em alguns casos. Se ambos os medicamentos são prescritos em conjunto, o médico pode alterar a dose. - Adinazolam - Alfentanil - Alprazolam - Amobarbital - Anileridina - Aprobarbital - Brofaromina - Bromazepam - Brotizolam - Buprenorfina - Butabarbital - Butalbital - Carbinoxamina - Carisoprodol - Clorodiazepóxido - Clorzoxazona - Clobazam - Clonazepam - Clorazepato - Clorgilina - Codeína - Dantroleno - Diazepam - Estazolam - Fentanilo - Flunitrazepam - Flurazepam - Furazolidona - Halazepam - Hidrocodona - Hidromorfona - Iproniazida - Isocarboxazida - Cetazolam - Lazabemida - Levorfanol - Linezolida - lorazepam - lormetazepam - Meclizina - Medazepam - meperidina - mefenesina - meprobamato - metaxalone - metadona - Metocarbamol - Metoexital - Midazolam - Moclobemida - Morfina - Nialamida - Nitrazepam - Nordazepam - Oxazepam - Oxicodona - Oximorfona - Pargilina - Pentobarbital - Fenelzina - Fenobarbital - Prazepam - Primidona - Procarbazina - Propoxifeno - Quazepam - Rasagilina - Remifentanil - Secobarbital - Selegilina - Sufentanil - Suvorexanto - Tapentadol - Temazepam - Tiopental - Toloxatona - Tranilcipromina - Triazolam - Zolpidem - Brotizolam
Usar com precaução

Brotizolam + Depressores do SNC

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Depressores do SNC
Usar com precaução

Brotizolam + Neurolépticos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Neurolépticos
Usar com precaução

Brotizolam + Antidepressores

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Antidepressores
Usar com precaução

Brotizolam + Hipnóticos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Hipnóticos
Usar com precaução

Brotizolam + Ansiolíticos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Ansiolíticos
Usar com precaução

Brotizolam + Sedativos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Sedativos
Usar com precaução

Brotizolam + Narcóticos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Narcóticos
Usar com precaução

Brotizolam + Analgésicos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. A associação com analgésicos narcóticos pode conduzir ao aumento do efeito de euforia e, deste modo, acelerar o desenvolvimento de dependência. - Analgésicos
Usar com precaução

Brotizolam + Antiepilépticos (AEs)

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Antiepilépticos (AEs)
Usar com precaução

Brotizolam + Antihistamínicos

Observações: N.D.
Interacções: A associação com outros depressores do sistema nervoso central (neurolépticos, antidepressivos, hipnóticos, ansiolíticos, sedativos, analgésicos narcóticos, narcóticos, antiepiléticos e anti-histamínicos sedativos) pode causar potenciação mútua do efeito depressivo e deve, portanto, ser avaliado criticamente. - Antihistamínicos
Usar com precaução

Brotizolam + Antidiabéticos Orais

Observações: N.D.
Interacções: Como, em casos específicos, a natureza e a extensão das interacções com outros medicamentos (antidiabéticos, antihipertensores, glicosídeos cardíacos e hormonas) não são previsíveis de forma fiável, recomenda-se precaução em doentes que tomam estes medicamentos, quando o tratamento com brotizolam está a ser considerado. - Antidiabéticos Orais
Usar com precaução

Brotizolam + Antihipertensores

Observações: N.D.
Interacções: Como, em casos específicos, a natureza e a extensão das interacções com outros medicamentos (antidiabéticos, antihipertensores, glicosídeos cardíacos e hormonas) não são previsíveis de forma fiável, recomenda-se precaução em doentes que tomam estes medicamentos, quando o tratamento com brotizolam está a ser considerado. - Antihipertensores
Usar com precaução

Brotizolam + Glicosídeos cardiotónicos (cardíacos)

Observações: N.D.
Interacções: Como, em casos específicos, a natureza e a extensão das interacções com outros medicamentos (antidiabéticos, antihipertensores, glicosídeos cardíacos e hormonas) não são previsíveis de forma fiável, recomenda-se precaução em doentes que tomam estes medicamentos, quando o tratamento com brotizolam está a ser considerado. - Glicosídeos cardiotónicos (cardíacos)
Usar com precaução

Brotizolam + Hormonas e análogos

Observações: N.D.
Interacções: Como, em casos específicos, a natureza e a extensão das interacções com outros medicamentos (antidiabéticos, antihipertensores, glicosídeos cardíacos e hormonas) não são previsíveis de forma fiável, recomenda-se precaução em doentes que tomam estes medicamentos, quando o tratamento com brotizolam está a ser considerado. - Hormonas e análogos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Relaxantes musculares

Observações: N.D.
Interacções: Se brotizolam é tomado concomitantemente com relaxantes musculares o efeito relaxante muscular pode ser aumentado. - Relaxantes musculares
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Substratos do CYP3A4

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Substratos do CYP3A4
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Astemizol

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Astemizol
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Antimicóticos

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Antimicóticos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Itraconazol

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Itraconazol
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Cetoconazol

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Cetoconazol
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Imunossupressores

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Imunossupressores
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Ciclosporina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Ciclosporina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Sirolímus

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Sirolímus
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Tacrolímus

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Tacrolímus
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Bloqueadores da entrada de cálcio (antagonistas de cálcio)

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Bloqueadores da entrada de cálcio (antagonistas de cálcio)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Macrólidos

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Macrólidos
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Claritromicina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Claritromicina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Eritromicina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Eritromicina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Antimaláricos (antipalúdicos)

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Antimaláricos (antipalúdicos)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Halofantrina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Halofantrina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Mefloquina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Mefloquina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Midazolam

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Midazolam
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Pimozida

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Pimozida
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Inibidores da Protease (IP)

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Inibidores da Protease (IP)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Indinavir

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Indinavir
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Nelfinavir

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Nelfinavir
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Ritonavir

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Ritonavir
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Sildenafil

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Sildenafil
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Estatinas

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Estatinas
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Atorvastatina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Atorvastatina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Lovastatina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Lovastatina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Sinvastatina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Sinvastatina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Esteróides

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Esteróides
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Etinilestradiol

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Etinilestradiol
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Tamoxifeno

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Tamoxifeno
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Terfenadina

Observações: N.D.
Interacções: Brotizolam é metabolizado principalmente pela isoenzima CYP3A4 do citocromo P450. Os medicamentos que competem como substrato do CYP3A4 (inibição competitiva) e medicamentos que inibem a CYP3A4 podem, deste modo, aumentar o efeito de brotizolam. Os substratos conhecidos da CYP3A4 são astemizol, antimicóticos azóis (ex. itraconazol e cetoconazol), imunossupressores (ex. ciclosporina A, sirolimus e tacrolimus), antagonistas do cálcio, antibióticos macrólidos (ex. claritromicina e eritromicina), antimaláricos (ex. halofantrine e mefloquina), midazolam, pimozida, inibidores da protease (indinavir, nelfinavir e ritonavir), sildenafil, estatinas (ex. atorvastatina, lovastatina e sinvastatina), esteroides (ex. etinilestradiol), tamoxifeno e terfenadina. - Terfenadina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Cimetidina

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Cimetidina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Sumo de toranja

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Sumo de toranja
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Carbamazepina

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Carbamazepina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Efavirenz

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Efavirenz
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Hipericão (Erva de S. João)

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Hipericão (Erva de S. João)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Nevirapina

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Nevirapina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Fenobarbital

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Fenobarbital
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Fenitoína

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Fenitoína
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Primidona

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Primidona
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Rifabutina

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Rifabutina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Rifampicina

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que podem resultar num aumento (indução de) da actividade enzimática da CYP3A4 podem reduzir o efeito de brotizolam, por ex. carbamazepina, efavirenz, erva de São João, nevirapina, fenobarbital, fenitoína, primidona, rifabutina e rifampicina. - Rifampicina
Usar com precaução

Itraconazol + Brotizolam

Observações: N.D.
Interacções: Efeito do itraconazol no metabolismo de outros medicamentos: Os seguintes medicamentos devem ser utilizados com precaução e as suas concentrações plasmáticas, efeitos e efeitos secundários monitorizados. Pode ser necessária a diminuição da dose destes fármacos se se administram conjuntamente com itraconazol. - Outros: buspirona, alfentanil, alprazolam, brotizolam, metilprednisolona, ebastina, reboxetina. - Brotizolam
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Brotizolam + Sumo de toranja

Observações: N.D.
Interacções: Os medicamentos que inibem a CYP3A4 e, deste modo, podem aumentar a toxicidade de brotizolam são os antimicóticos azóis, a cimetidina, sumo de toranja, antibióticos macrólidos e inibidores da protease. - Sumo de toranja
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções do Brotizolam
Informe o Médico ou Farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica (OTC), Produtos de Saúde, Suplementos Alimentares ou Fitoterapêuticos.

Não existem dados suficientes disponíveis que permitam uma avaliação da segurança de brotizolam durante a gravidez e a amamentação. Consequentemente, a utilização de brotizolam não é recomendada durante a gravidez e amamentação.

Este medicamento pode aumentar de modo substancial os tempos de reacção, mesmo quando utilizado como prescrito, pode afectar a capacidade dos doentes para conduzir ou de utilizar máquinas, particularmente, se o medicamento for tomado concomitantemente com álcool e/ou outos medicamentos depressores do SNC.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2021