Amlodipina + Valsartan

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
A amlodipina é um bloqueador dos canais de cálcio.

Atua através de um processo de relaxamento dos músculos do coração e dos vasos sanguíneos.

Valsartan é um antagonista do receptor da angiotensina II.

Valsartan impede o estreitamento dos vasos sanguíneos, o que reduz a pressão arterial e melhora o fluxo sanguíneo.

A amlodipina e valsartan é um medicamento combinado usado no tratamento da pressão arterial elevada (hipertensão).

Este medicamento é geralmente prescrito depois de outros terem sido tentados sem sucesso no tratamento da hipertensão.

A amlodipina e valsartan também pode ser usado para fins aqui não mencionados.
Usos comuns
Amlodipina e Valsartan é uma combinação de medicamentos que são utilizados para o tratamento de pressão arterial elevada (hipertensão).

A pressão arterial elevada aumenta a carga de trabalho do coração e artérias.

A continuar durante muito tempo, o coração e as artérias podem não funcionar corretamente.

Isto pode danificar os vasos sanguíneos do cérebro, coração, rins e, resultar em falha do coração ou insuficiência renal.

Diminuir a pressão arterial reduz o risco de derrames e ataques cardíacos.

A Amlodipina é um bloqueador dos canais de cálcio ( CCB).

Afecta o movimento do cálcio para dentro das células do coração e vasos sanguíneos.

Como resultado, a amlodipina relaxa os vasos sanguíneos e aumenta o fornecimento de sangue e oxigénio para o coração, reduzindo a sua carga de trabalho.

O Valsartan é um bloqueador do receptor da angiotensina II (ARB).

Funciona através do bloqueio de uma substância no organismo que provoca constrição dos vasos sanguíneos.

Como resultado, o Valsartan relaxa os vasos sanguíneos.

Isto reduz a pressão arterial e aumenta o suprimento de sangue e oxigénio para o coração.

A amlodipina e o valsartan está disponível apenas com prescrição médica.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento da hipertensão.
Classificação CFT
03.04.02.02     Antagonistas dos recetores da angiotensina
Mecanismo De Ação
A associação de amlodipina e valsartan produz uma redução aditiva relacionada com a dose na pressão arterial ao longo do seu intervalo de dose terapêutica.

O efeito anti-hipertensor de uma dose única da associação persistiu durante 24 horas.
Posologia Orientativa
Dose adulta usual para Hipertensão:
Dose inicial: Individualizar, com base na eficácia e tolerância de cada componente individual.

Em ensaios clínicos, a dose para cada componente é de amlodipina 5 mg a 10 mg por via oral uma vez por dia e 160 mg a 320 mg de valsartan por via oral uma vez por dia.

Em geral, a eficácia anti-hipertensiva aumenta com doses crescentes.
Administração
Via oral.
Contraindicações
Não usar amlodipina/valsartan se:
– for alérgico a qualquer ingrediente de amlodipina/valsartan;
– estiver grávida;
– estiver a tomar aliscireno e tiver diabetes ou problemas renais.

Contacte o médico ou profissional de saúde imediatamente se algum destes se aplicar a si.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Deve obter-se ajuda médica de emergência em caso de algum destes sinais de reacção alérgica: urticária, dificuldade em respirar, inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Em casos raros, a amlodipina e valsartan pode causar uma condição que resulta na degradação do tecido muscular esquelético, levando à insuficiência renal.

Deve entrar-se imediatamente em contacto com o médico se tiver uma dor muscular inexplicável, sensibilidade ou fraqueza, especialmente se também tiver febre, cansaço fora do comum, e urina de cor escura.

Deve entrar em contacto com o médico mediatamente se tiver:
– uma sensação de tontura, como se fosse desmaiar;
– inchaço nas mãos ou pés, rápido ganho de peso;
– Batimentos cardíacos rápidos ou acelerados;
– icterícia (amarelamento da pele ou olhos), ou
– dor no peito ou sensação de peso, dor que se estende para o braço ou ombros, náuseas, suores, mal-estar geral.

Os efeitos colaterais comuns incluem:
– vertigens, sensação de tontura, ou
– sintomas de constipação, como nariz entupido, espirros, dor de garganta.

Esta não é a lista completa dos efeitos secundários, podendo ocorrer outros.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Todos os trimestres: D - Há evidências de risco em fetos humanos. Só usar se o benefício justificar o risco potencial. Em situação de risco de vida ou em caso de doenças graves para as quais não se possa utilizar drogas mais seguras, ou se estas drogas não forem eficazes.
Precauções Gerais
É muito importante que o médico verifique o progresso em consultas regulares de forma a certificar-se que a amlodipina e valsartan está a funcionar corretamente.

Podem ser necessários exames de sangue e urina para verificar se há efeitos indesejáveis.

A toma de amlodipina e valsartan durante a gravidez pode prejudicar o feto.

Deve utilizar uma forma eficaz de controle de natalidade para não engravidar.

Se achar que engravidou durante a toma do medicamento, informe o médico imediatamente.

Tonturas, vertigens ou desmaios também podem ocorrer, especialmente ao levantar de uma posição deitada ou sentada, ou se estiver a tomar um diurético (comprimido de água).

Certifique-se que como reage à amlodipina e valsartan antes de conduzir, utilizar máquinas, ou fazer qualquer outra coisa que poderia ser perigosa se estiver tonto ou não alerta.

Se sentir tonturas, deite-se para não desmaiar.

Em seguida, deve sentar-se por alguns momentos, antes de se levantar para evitar a que a vertigem volte.

Deve entrar em contcto com o médico imediatamente se ficar doente ao tomar amlodipina e valsartan, especialmente com náuseas severas ou contínuas, vómitos ou diarreia.

Estas condições podem originar a perda de muita água ou sal que pode causar pressão arterial baixa.

Também se pode perder água pela transpiração, por isso deve beber-se muita água durante o exercício ou no tempo quente.

A amlodipina e valsartan pode agravar os sintomas da angina (dor no peito) ou causar um ataque cardíaco em alguns pacientes com insuficiência cardíaca grave ou doença dos vasos sanguíneos.

Deve consultar o médico imediatamente se sentir dor ou desconforto no peito, batimentos cardíacos rápidos ou irregulares, náuseas ou vómitos, dor ou desconforto nos braços, mandíbula, costas ou pescoço, falta de ar, ou sudorese.

Certifique-se de que qualquer médico ou dentista que o trate saiba que está a tomar amlodipina e valsartan.

Pode ser necessário interromper o uso da amlodipina e valsartan vários dias antes de uma cirurgia ou exames médicos.

Hipercalemia (potássio elevado no sangue) pode ocorrer em certas pessoas que recebem amlodipina e valsartan.

Deve entrar em contacto com o médico imediatamente se tiver os seguintes sintomas: dor abdominal ou de estômago, confusão, dificuldade em respirar, batimentos cardíacos irregulares, náuseas ou vómitos, nervosismo, dormência ou formigamento nas mãos, pés ou lábios, falta de ar, ou fraqueza ou sensação de peso nas pernas.

Deve esclarecer todas as dúvidas com o médico antes de usar qualquer medicamento, suplementos, ou substitutos do sal que contenham potássio.

Não tomar outros medicamentos que não tenham sido discutidos com o médico.

Este especialmente inclui medicamentos de venda livre (sem receita), medicamentos para controle do apetite, asma, constipações, tosse, febre do feno, ou problemas de sinusite, uma vez que tendem a aumentar a sua pressão arterial.
Cuidados com a Dieta
A administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja não é recomendada.
Terapêutica Interrompida
Tomar a dose assim que se lembrar.

Não tomar a dose esquecida se for quase hora da próxima dose.

Não tomar medicamento extra para compensar a dose esquecida.
Cuidados no Armazenamento
Deve guardar o medicamento num recipiente fechado à temperatura ambiente, longe do calor, umidade e luz direta.

Evitar o congelamento.

Manter fora do alcance das crianças.

Não guardar medicamentos desatualizados ou que já não são necessários.

Pergunte ao profissional de saúde como deve dispor de qualquer medicamento que não use.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Valsartan + Antihipertensores

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros agentes anti-hipertensivos: Os agentes anti-hipertensivos frequentemente usados (ex. bloqueadores alfa, diuréticos) e outros medicamentos que possam provocar efeitos adversos hipotensivos (ex. antidepressivos tricíclicos, bloqueadores alfa para tratamento da hipertrofia benigna da próstata) podem aumentar o efeito anti-hipertensivo da associação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Valsartan + Bloqueadores adrenérgicos alfa

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros agentes anti-hipertensivos: Os agentes anti-hipertensivos frequentemente usados (ex. bloqueadores alfa, diuréticos) e outros medicamentos que possam provocar efeitos adversos hipotensivos (ex. antidepressivos tricíclicos, bloqueadores alfa para tratamento da hipertrofia benigna da próstata) podem aumentar o efeito anti-hipertensivo da associação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Valsartan + Diuréticos

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros agentes anti-hipertensivos: Os agentes anti-hipertensivos frequentemente usados (ex. bloqueadores alfa, diuréticos) e outros medicamentos que possam provocar efeitos adversos hipotensivos (ex. antidepressivos tricíclicos, bloqueadores alfa para tratamento da hipertrofia benigna da próstata) podem aumentar o efeito anti-hipertensivo da associação.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Valsartan + Antidepressores (Tricíclicos)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outros agentes anti-hipertensivos: Os agentes anti-hipertensivos frequentemente usados (ex. bloqueadores alfa, diuréticos) e outros medicamentos que possam provocar efeitos adversos hipotensivos (ex. antidepressivos tricíclicos, bloqueadores alfa para tratamento da hipertrofia benigna da próstata) podem aumentar o efeito anti-hipertensivo da associação.

Amlodipina + Valsartan + Sumo de toranja

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Utilização concomitante não recomendada: Toranja ou sumo de toranja: A administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja não é recomendada uma vez que a biodisponibilidade pode aumentar nalguns doentes, resultando em aumento do efeito de redução da pressão arterial.

Amlodipina + Valsartan + Toranja

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Utilização concomitante não recomendada: Toranja ou sumo de toranja: A administração de amlodipina com toranja ou sumo de toranja não é recomendada uma vez que a biodisponibilidade pode aumentar nalguns doentes, resultando em aumento do efeito de redução da pressão arterial.

Amlodipina + Valsartan + Inibidores do CYP3A4

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Inibidores da Protease (IP)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Antifúngicos (Azol)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Macrólidos

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Eritromicina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Claritromicina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Verapamilo

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Diltiazem

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Precaução requerida com a utilização concomitante de Inibidores do CYP3A4: A utilização concomitante de amlodipina com inibidores fortes ou moderados do CYP3A4 (inibidores das proteases, antifúngicos azóis, macrólidos como a eritromicina ou a claritromicina, verapamil e diltiazem) podem conduzir a um aumento significativo da exposição à amlodipina. A tradução clínica destas variações farmacocinéticas pode ser mais pronunciada nos idosos. Monitorização clínica e ajuste de dose poderão assim, ser necessários.

Amlodipina + Valsartan + Indutores do CYP3A4

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Anticonvulsivantes

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Carbamazepina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Fenitoína

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Fenobarbital

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Fosfenitoína

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Primidona

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.

Amlodipina + Valsartan + Rifampicina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4. Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Inibidores dos mediadores de transporte de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador do efluxo (ritonavir): Os resultados de um estudo in vitro com tecido de fígado humano indicam que o valsartan é um substrato do transportador de captação hepático OATP1B1 e do transportador do efluxo hepático MRP2. A administração concomitante de inibidores do transportador de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador de efluxo (ritonavir) pode aumentar a exposição sistémica ao valsartan.

Amlodipina + Valsartan + Hipericão

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Indutores do CYP3A4 (agentes anticonvulsivantes [ex. carbamazepina, fenobarbital, fenitoína, fosfenitoína, primidona], rifampicina, Hypericum perforatum): Não existem dados disponíveis sobre o efeito dos indutores da CYP3A4 na amlodipina. O uso concomitante de indutores da CYP3A4 (por exemplo, rifampicina, Hypericum perforatum) pode originar concentrações plasmáticas mais baixas de amlodipina. A amlodipina deve ser utilizada com precaução quando administrada simultaneamente com indutores da CYP3A4.
 Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Amlodipina + Valsartan + Sinvastatina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Sinvastatina: A administração concomitante de doses múltiplas de 10 mg de amlodipina com 80 mg de sinvastatina resultou num aumento de 77% na exposição à sinvastatina comparativamente com a sinvastatina isoladamente. Recomenda-se limitar a dose diária de sinvastatina a 20 mg em doentes a tomar amlodipina.

Amlodipina + Valsartan + Dantroleno

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: Dantroleno (perfusão): Em animais, foram observadas fibrilhação ventricular letal e colapso cardiovascular em associação com hipercaliemia, após administração de verapamil e dantroleno intravenoso. Devido ao risco de hipercaliemia, é recomendada que a administração concomitante de bloqueadores de canais de cálcio, como a amlodipina, seja evitada em doentes suscetíveis a hipertermia maligna e na manutenção da hipertermia maligna.

Amlodipina + Valsartan + Atorvastatina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outras: Em estudos de interação clínica, a amlodipina não alterou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina.

Amlodipina + Valsartan + Digoxina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outras: Em estudos de interação clínica, a amlodipina não alterou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Varfarina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outras: Em estudos de interação clínica, a amlodipina não alterou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Ciclosporina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas à AMLODIPINA: A ter em consideração aquando da utilização concomitante: Outras: Em estudos de interação clínica, a amlodipina não alterou a farmacocinética da atorvastatina, digoxina, varfarina ou ciclosporina. Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Inibidores dos mediadores de transporte de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador do efluxo (ritonavir): Os resultados de um estudo in vitro com tecido de fígado humano indicam que o valsartan é um substrato do transportador de captação hepático OATP1B1 e do transportador do efluxo hepático MRP2. A administração concomitante de inibidores do transportador de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador de efluxo (ritonavir) pode aumentar a exposição sistémica ao valsartan.

Amlodipina + Valsartan + Lítio

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Utilização concomitante não recomendada: Lítio: Foram notificados aumentos reversíveis das concentrações séricas de lítio e toxicidade durante a administração concomitante de lítio com inibidores da enzima de conversão da angiotensina ou antagonistas dos recetores da angiotensina II, incluindo valsartan. Assim, durante o uso concomitante é recomendada a monitorização cuidadosa das concentrações séricas de lítio. Se for utilizado também um diurético, o risco de toxicidade por lítio pode ser presumivelmente potenciado com Amlodipina / Valsartan.

Amlodipina + Valsartan + Diuréticos poupadores de potássio

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Utilização concomitante não recomendada: Diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio, substitutos do sal contendo potássio e outras substâncias que possam aumentar os níveis de potássio: Se um medicamento que afete os níveis de potássio for prescrito em associação ao valsartan é aconselhável a monitorização dos níveis plasmáticos de potássio.

Amlodipina + Valsartan + Suplementos de potássio

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Utilização concomitante não recomendada: Diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio, substitutos do sal contendo potássio e outras substâncias que possam aumentar os níveis de potássio: Se um medicamento que afete os níveis de potássio for prescrito em associação ao valsartan é aconselhável a monitorização dos níveis plasmáticos de potássio.

Amlodipina + Valsartan + Potássio

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Utilização concomitante não recomendada: Diuréticos poupadores de potássio, suplementos de potássio, substitutos do sal contendo potássio e outras substâncias que possam aumentar os níveis de potássio: Se um medicamento que afete os níveis de potássio for prescrito em associação ao valsartan é aconselhável a monitorização dos níveis plasmáticos de potássio.

Amlodipina + Valsartan + Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico ( >3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensivo. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento dos níveis plasmáticos de potássio. Assim, é recomendada a monitorização da função renal no início do tratamento, assim como hidratação adequada do doente.

Amlodipina + Valsartan + Inibidores da cicloxigenase (COX)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico ( >3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensivo. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento dos níveis plasmáticos de potássio. Assim, é recomendada a monitorização da função renal no início do tratamento, assim como hidratação adequada do doente.

Amlodipina + Valsartan + Ácido Acetilsalicílico

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), incluindo inibidores seletivos da COX-2, ácido acetilsalicílico ( >3 g/dia) e AINEs não seletivos: Quando os antagonistas da angiotensina II são administrados simultaneamente com AINEs pode ocorrer a atenuação do efeito anti-hipertensivo. Adicionalmente, a utilização concomitante de antagonistas da angiotensina II e AINEs pode levar a um aumento do risco de degradação da função renal e a um aumento dos níveis plasmáticos de potássio. Assim, é recomendada a monitorização da função renal no início do tratamento, assim como hidratação adequada do doente.

Amlodipina + Valsartan + Ritonavir

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Inibidores dos mediadores de transporte de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador do efluxo (ritonavir): Os resultados de um estudo in vitro com tecido de fígado humano indicam que o valsartan é um substrato do transportador de captação hepático OATP1B1 e do transportador do efluxo hepático MRP2. A administração concomitante de inibidores do transportador de captação (rifampicina, ciclosporina) ou transportador de efluxo (ritonavir) pode aumentar a exposição sistémica ao valsartan.

Amlodipina + Valsartan + Bloqueio duplo do sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Bloqueio duplo do SRAA com ARA, inibidores da ECA ou aliscireno: Os dados de ensaios clínicos têm demonstrado que o duplo bloqueio do sistema renina - angiotensina - aldosterona (SRAA) através do uso combinado de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno está associado a uma maior frequência de acontecimentos adversos, tais como hipotensão, hipercaliemia e função renal diminuída (incluindo insuficiência renal aguda) em comparação com o uso de um único fármaco com ação no SRAA.

Amlodipina + Valsartan + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Bloqueio duplo do SRAA com ARA, inibidores da ECA ou aliscireno: Os dados de ensaios clínicos têm demonstrado que o duplo bloqueio do sistema renina - angiotensina - aldosterona (SRAA) através do uso combinado de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno está associado a uma maior frequência de acontecimentos adversos, tais como hipotensão, hipercaliemia e função renal diminuída (incluindo insuficiência renal aguda) em comparação com o uso de um único fármaco com ação no SRAA.

Amlodipina + Valsartan + Aliscireno

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Requerida precaução com a utilização concomitante: Bloqueio duplo do SRAA com ARA, inibidores da ECA ou aliscireno: Os dados de ensaios clínicos têm demonstrado que o duplo bloqueio do sistema renina - angiotensina - aldosterona (SRAA) através do uso combinado de inibidores da ECA, antagonistas dos recetores da angiotensina II ou aliscireno está associado a uma maior frequência de acontecimentos adversos, tais como hipotensão, hipercaliemia e função renal diminuída (incluindo insuficiência renal aguda) em comparação com o uso de um único fármaco com ação no SRAA.

Amlodipina + Valsartan + Cimetidina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Furosemida

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Atenolol

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Indometacina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Hidroclorotiazida

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Amlodipina

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.

Amlodipina + Valsartan + Glibenclamida

Observações: Não foram realizados estudos de interação medicamentosa com Amlodipina / Valsartan e outros medicamentos.
Interações: Interações associadas ao VALSARTAN: Outras: Em monoterapia com valsartan não se verificaram interações clinicamente significativas com as seguintes substâncias: cimetidina, varfarina, furosemida, digoxina, atenolol, indometacina, hidroclorotiazida, amlodipina, glibenclamida.
Informe o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017