Aminoácidos

DCI com Advertência na Gravidez Uso Hospitalar DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
Um aminoácido é uma molécula orgânica que contém um grupo amina e um grupo carboxila, e uma cadeia lateral que é específica para cada aminoácido. Alguns aminoácidos também podem conter enxofre.

Os elementos-chave de um aminoácido são carbono, hidrogénio, oxigénio e nitrogénio.

Estes são particularmente importantes em bioquímica, onde o termo geralmente se refere a alfa-aminoácidos.

São moléculas anfóteras, ou seja, podem comportar-se como ácido ou como base libertando nesta ordem H ou OH numa reação.

Se a reação for entre dois aminoácidos o grupo amina de um liberta um H ligando-se ao grupo carboxila do outro, que liberta um OH formando uma peptídeo mais H2O.
Usos comuns
A solução designa-se por suplemento nutricional.

Contém aminoácidos essenciais para o corpo crescer ou recuperar.

Este medicamento é-lhe administrado se não for possível alimentar-se normalmente.

Quando receber esta solução, receberá também outras, como soluções de glucose ou emulsões ou de gorduras.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Suplemento de aminoácidos como substrato para síntese proteica em nutrição parentérica, quando as nutrições oral ou entérica são impossíveis, insuficientes ou contra-indicadas.
Classificação CFT
11.02.01.01     Soluções essencialmente com aminoácidos
Mecanismo De Ação
O propósito da nutrição parentérica consiste no aporte de todos os nutrientes necessários ao crescimento, manutenção e regeneração dos tecidos corporais.

Os aminoácidos revestem-se de particular importância uma vez que são em parte essenciais à síntese proteica.

Os aminoácidos incorporados através da administração intravenosa destinam-se a integrar as reservas intravascular e intracelular dos mesmos.

Tanto os aminoácidos endógenos, quanto os exógenos funcionam como substrato para a síntese das proteínas funcionais e estruturais.

De forma a prevenir o metabolismo dos aminoácidos como fonte de produção de energia, assim como combustível metabólico para outros processos consumidores de energia, torna-se necessário administrar simultaneamente outras fontes energéticas tais como os hidratos de carbono ou os lípidos.
Posologia Orientativa
Adultos e adolescentes dos 15 aos 17 anos:
O médico determinará a quantidade de solução de que necessita por dia.

No geral, esta quantidade será de 10-20 ml por kg de peso corporal por dia.

A solução flui a uma velocidade não superior a 1 ml por kg de peso corporal por hora.

Crianças de 2 a 14 anos:
Nas crianças, o médico ajustará cuidadosamente a dosagem segundo a idade de cada criança, o seu estado nutricional e a doença em causa.

As quantidades a administrar às crianças serão aproximadamente de:
3-5 anos: 15 ml por kg de peso corporal por dia;
6-14 anos:10 ml por kg de peso corporal por dia.

A solução flui a uma velocidade não superior a 1 ml por kg de peso corporal por hora.
Administração
Via intravenosa.
Contraindicações
- se tiver alergia (hipersensibilidade)
- se sofrer de anomalias genéticas do seu metabolismo a nível das proteínas e dos aminoácidos
- se sofrer de uma doença grave (ou seja, que coloque a sua vida em risco) da circulação sanguínea (choque)
- se sofrer de oxigenação insuficiente
- se sofrer de acumulação de substâncias ácidas no sangue (acidose)
- se sofrer de uma doença grave do fígado
- se tiver falência renal não tratada adequadamente com um rim artificial.

Esta solução não pode ser administrada a recém-nascidos e crianças com menos de 2 anos.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Efeitos secundários pouco frequentes (afetam 1 a 10 doentes tratados por cada 1.000):

Perturbações do estômago e intestinos: Vómitos, enjoo;
Perturbações gerais: Dor de cabeça, arrepios, febre.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundários não mencionados aqui, informe o médico ou farmacêutico.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Administrar com precaução na gravidez.
Precauções Gerais
Ter-se-á especial cuidado:
- se sofrer de uma deficiência no metabolismo a nível das proteínas e dos aminoácidos provocada por qualquer situação além das mencionadas anteriormente.
- se tiver uma deficiência da função do fígado ou dos rins.
- se tiver uma deficiência da função do coração.
- se o soro do seu sangue for anormalmente concentrado (osmolaridade sérica elevada).
Antes e durante o período em que lhe é administrada esta solução, o médico irá verificar o nível dos líquidos, eletrólitos, açúcar no sangue, proteínas no soro, equilíbrio ácido-base e funções do fígado e dos rins.
- se os seus níveis de sódio ou potássio no sangue forem demasiado baixos.
Cuidados com a Dieta
Não aplicável.
Terapêutica Interrompida
Não aplicável.
Cuidados no Armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Manter os frascos dentro da embalagem exterior para proteger da luz.

Não congelar.

Após a perfusão, nunca se deve conservar qualquer solução que sobre para utilizar mais tarde.
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.

Hidrolisado cerebral de porco + Aminoácidos

Observações: N.D.
Interações: Hidrolisado cerebral de porco não deve ser administrado simultaneamente com soluções equilibradas de aminoácidos.
Informe o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017