Ácido acetilsalicílico + Paracetamol + Cafeína

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
Fórmula Estrutural
Fórmula Estrutural - Ácido acetilsalicílico + Paracetamol + Cafeína
Fórmula Estrutural - Ácido acetilsalicílico + Paracetamol + Cafeína
Nome IUPAC Sem informação.
Número CAS Sem informação.
ChemSpider Sem informação.
Código ATC | N02 | N02BA51 |
DCB Sem informação.
Fórmula química Sem informação.
Massa molar Sem informação.
SMILES Sem informação.
InChI Sem informação.
Key Sem informação.
Ponto de fusão Sem informação.
Ponto de ebulição Sem informação.
Solubilidade Sem informação.
Biodisponibilidade Após administração oral, o ácido acetilsalicílico é rápido e completamente absorvido a partir do tracto gastrointestinal.

99% da Cafeína é absorvida por via oral. Cmax representa 5 a 25 mcg / mL, Tmax é de 15 a 120 min.

A biodisponibilidade por via oral do Paracetamol é de 75%-85%.
Metabolismo O ácido acetilsalicílico é rapidamente hidrolizado principalmente no fígado para o ácido salicílico, que é conjugado com glicina (ácido formador salicilúrico) e ácido glucurónico e excretada na urina.

A Cafeína é metabolizada, quase na totalidade, ao nível do fígado.

Paracetamol sofre um metabolismo hepático de primeira passagem importante, seguindo-se uma cinética linear. O paracetamol é metabolizado principalmente no fígado (90%-95%).
Semivida A semi-vida de eliminação do Ácido acetilsalicílico varia entre 2-3 horas após doses baixas, até cerca de 15 horas com doses elevadas.

A semi-vida da cafeína é de 3 a 7 horas.

A semi-vida de eliminação do Paracetamol é de 1,5 a 3 horas (que aumenta em casos de sobredosagem e em doentes com disfunção hepática, nos idosos e em crianças).
Ligação plasmática Cerca de 80 a 90% do Ácido acetilsalicílico circula ligadas às proteínas plasmáticas, especialmente à albumina.

Não existem dados sobre a ligação da Cafeína às proteínas plasmáticas em recém-nascidos ou em lactentes. Em adultos, a taxa média de ligação a proteínas plasmáticas in vitro foi descrita como rondando os 36%.

O grau de ligação às proteínas plasmáticas do Paracetamol é de 10%.
Excreção O ácido salicílico e os seus metabólitos são excretados predominantemente por via renal.

A Cafeína é excretada principalmente pela urina sob a forma de ácido l-metilúrico e l-metilxantina. Cerca de 1% da dose administrada é encontrada na urina, sob a forma inalterada.

O Paracetamol é eliminado sobretudo através da urina sob a forma do conjugado do ácido glucorónico ou, numa proporção menor, conjugado com o ácido sulfúrico e cisteína. Menos de 5% é excretado sob a forma inalterada.
Classificação legal Sem informação.
Nome Comercial de Referência Excedrin
Licença Novartis Consumer Health - Produtos Farmacêuticos e Nutrição, Lda.
Cat. Gravidez Não administrar durante a gravidez.
Estado Legal MNSRM
Via de Adm. Oral.
Informação revista e actualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 09 de Julho de 2021