Acetato de potássio

DCI com Advertência na Gravidez DCI/Medicamento Sujeito a Receita Médica (a ausência deste simbolo pressupõe Medicamento Não Sujeito a Receita Médica)
O que é
O acetato de potássio ou etanoato de potássio é um composto iónico, com a fórmula química C2H3KO2 ou CH3COOK.

Possui massa molecular de 98,15 u e apresenta-se na forma de cristais ou flocos brancos.

Decompõe-se quando aquecido, ou quando em contacto com ácidos.

Trata-se de uma base fraca.

Funde-se a 292 °C e é solúvel em água (256g/100mL a 25 °C).
Usos comuns
A injecção de acetato de potássio, USP, é indicada no tratamento de estados de carência de potássio, quando a terapia de substituição oral não é viável.

A solução é uma alternativa ao cloreto de potássio para fornecer potássio (K +), para além da infusão de grandes volumes de fluidos para uso intravenoso.
Tipo
Sem informação.
História
Sem informação.
Indicações
Tratamento da deficiência de potássio.
Classificação CFT
n.d.     n.d.
Mecanismo De Ação
Sem informação.
Posologia Orientativa
A condição de cada paciente define a dose a ser administrada.
Administração
Via intravenosa.
Contraindicações
A administração de injecção de potássio Acetato, USP, está contra-indicado em doenças onde podem ser encontrados níveis elevados de potássio.
Efeitos Indesejáveis/Adversos
Foram relatadas náuseas, vómitos, dor abdominal e diarreia.

Os sinais e sintomas de intoxicação por potássio incluem parestesias das extremidades, paralisia flácida, apatia, confusão mental, fraqueza e sensação de peso nas pernas, hipotensão, arritmias cardíacas, bloqueio cardíaco, alterações eletrocardiográficas, como desaparecimento de ondas P, divulgação e pronunciação do complexo QRS com o desenvolvimento de uma curva bifásica, e paragem cardíaca.
Advertências
Gravidez
Gravidez:Todos os trimestres: C - Não há estudos adequados em mulheres. Em experiências animais ocorreram alguns efeitos colaterais no feto, mas o benefício do produto pode justificar o risco potencial durante a gravidez.
Precauções Gerais
A terapia de reposição de potássio deve ser seguida principalmente por eletrocardiogramas.

Os níveis de potássio no plasma não são necessariamente indicativos dos níveis de potássio do tecido.

Altas concentrações plasmáticas de potássio podem causar a morte por depressão cardíaca, arritmias ou paragem cardíaca.

A injecção de Acetato de potássio, USP, deve ser usada com cuidado, na presença de doença cardíaca, particularmente em pacientes digitalizados ou na presença de doença renal, acidose metabólica, doença de Addison, desidratação aguda, diarreia prolongada ou grave, paralisia periódica familiar, hipoadrenalismo, hipercalemia, hiponatremia e miotonia congénita.
Cuidados com a Dieta
Por ser administrado por via intravenosa (numa veia), não são necessárias restrições relativas à comida ou bebidas.
Terapêutica Interrompida
Não tomar uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no Armazenamento
Armazenar entre 20˚-25˚C (68˚-77˚ F); variações autorizados a 15˚-30˚ C (59˚-86° F) (Veja USP de temperatura controlada do quarto).
Espetro de Suscetibilidade e Tolerância Bacteriológica
Sem informação.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de potássio + Corticosteroides

Observações: N.D.
Interações: O uso concomitante de acetato de potássio com corticosteróides (glicocorticóides, especialmente com atividade mineralocorticóide), mineralocorticóides ou corticotrofina (ACTH) pode diminuir os efeitos dos suplementos de potássio sobre a concentração sérica de potássio.
 Potencialmente Grave

Acetato de potássio + Suplementos de potássio

Observações: N.D.
Interações: Risco de hipercalemia, especialmente em pacientes com insuficiência renal.
 Potencialmente Grave

Acetato de potássio + Diuréticos poupadores de potássio

Observações: N.D.
Interações: Risco de hipercalemia, especialmente em pacientes com insuficiência renal.

Acetato de potássio + Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECAS)

Observações: N.D.
Interações: Risco de hipercalemia. Não é recomendado o uso de Digoxina digitálicos com suplementos de potássio em pacientes digitalizados com bloqueio cardíaco grave ou completo.

Acetato de potássio + Antagonistas dos Receptores da Angiotensina II (ARA II)

Observações: N.D.
Interações: Risco de hipercalemia. Não é recomendado o uso de Digoxina digitálicos com suplementos de potássio em pacientes digitalizados com bloqueio cardíaco grave ou completo.

Acetato de potássio + Digoxina

Observações: N.D.
Interações: Risco de hipercalemia. Não é recomendado o uso de Digoxina digitálicos com suplementos de potássio em pacientes digitalizados com bloqueio cardíaco grave ou completo.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico

Acetato de potássio + Laxantes

Observações: N.D.
Interações: O uso excessivo de laxantes pode reduzir as concentrações séricas de potássio, promovendo a perda excessiva através do trato gastrointestinal.
 Redutora do efeito Terapêutico/Tóxico
Deve informar-se o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Outubro de 2017