Similares Químicos

Produtos com a mesma molécula e do mesmo Grupo Terapêutico

Similares Terapêuticos

Produtos do mesmo Grupo Terapêutico

Vinpocetina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
A vinpocetina é um Vasodilatador cerebral.

A Vinpocetina é um derivado de Vincamina, que é extraído a partir da planta pervinca (Vinca Minor, Vinca pervinca).

A investigação sugere que a vinpocetina ajuda a manter a circulação do sangue no cérebro e suporta certos neurotransmissores no processo de memória. A vinpocetina apoia e protege a saúde dos vasos sanguíneos do cérebro e ajuda a função mental.
Usos comuns
Melhoria ou manutenção das funções cognitivas em doentes com demência vascular após acidente vascular cerebral isquémico.
Tipo
Molécula pequena.
Indicações
Melhoria ou manutenção das funções cognitivas em doentes com demência vascular após acidente vascular cerebral isquémico.
Classificação CFT

02.13.01 : Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas

Mecanismo de ação
A vinpocetina intensifica o metabolismo de oxigénio e glucose cerebral, provavelmente por efeito directo, quer glicolítico quer oxidativo.

O débito de sangue de vários tecidos (cerebral, cardíaco, renal, visceral e cutâneo) é aumentado sem alterar a pressão arterial.
Tal efeito resulta da vasodilatação e redução da resistência circulatória.

A hipoxémia arterial potencia os efeitos da vinpocetina na circulação cerebral.

A vinpocetina produz, no animal, alterações favoráveis do metabolismo cerebral, com aumento do nível de ácido 5 hidroxi-indol acético e redução da actividade fosfodiesterásica com aumento do c-AMP.
Posologia orientativa
Tratamento inicial: 1 a 2 comprimidos, 3 vezes ao dia.

Tratamento de manutenção: 1 comprimido, 3 vezes ao dia.
Administração
Administração oral.

Os comprimidos devem ser deglutidos com a ajuda de um pouco de água.
A Vinpocetina pode administrar-se com as refeições.
Contraindicações
– Gravidez.
– Hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer um dos excipientes.
– Hemorragia cerebral recente.
– Hipertensão intracraniana.

Este medicamento não pode ser utilizado em crianças.
Efeitos indesejáveis/adversos
Aparelho Cardiovascular:
em alguns casos, surge hipotensão transitória.

Aparelho digestivo:
podem surgir alterações gastrointestinais como a dispepsia, a dor abdominal ou náuseas.

Sistema nervoso central:
podem observar-se alterações do sono, nervosismo, ansiedade, cefaleias, vertigens e raramente parestesias.

Pele e anexos:
muito raramente podem surgir exantemas ou prurido.
Advertências
Gravidez
Gravidez:
Gravidez:Evitar. Não se dispõe de informações úteis na gravidez. Risco fetal desconhecido, por falta de estudos alargados.
Aleitamento
Aleitamento:
Aleitamento:Deve-se interromper-se o tratamento com vinpocetina durante o aleitamento.
Condução
Condução:
Condução:Pode alterar a capacidade de reacção, prejudicando assim a capacidade de conduzir, sobretudo quando em associação com o álcool.
Precauções gerais
Deve usar-se com precaução e sob controlo em presença de lesões inflamatórias oculares.

Deve ser administrado com precaução em doentes medicados com fármacos hipotensores, em doentes hemofílicos e doentes em terapêutica com anticoagulantes. Em tratamentos prolongados aconselha-se controlo hematológico.

Deve administrar-se com precaução em pacientes com arritmias cardíacas ou que estejam em tratamento com medicamentos hipotensores.
Cuidados com a dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.
Resposta à overdose
Procurar atendimento médico de emergência, ou ligar para o Centro de intoxicações.

Caso se verifique ingestão excessiva de vinpocetina devem-se adoptar as medidas gerais do tratamento das intoxicações, nomeadamente as necessárias para diminuir a absorção ou aumentar a excreção do fármaco: indução do vómito (contra-indicado em doentes inconscientes, em choque ou em crise convulsiva) e/ou lavagem gástrica bem como tratamento sintomático e de suporte, tendo especial atenção à função cardio-respiratória.
Terapêutica interrompida
Deverá tentar tomar conforme o indicado pelo seu médico.

Os medicamentos resultam mais eficazes no tratamento das doenças se estiverem presentes em quantidades, mais ou menos constantes, no organismo. Para possibilitar estas doses constantes tente não se esquecer de tomar a sua dose diária.

Se falhar uma dose tome-a na vez da dose imediatamente a seguir, regularizando assim as tomas do seu medicamento. Não deve tomar duas doses ao mesmo tempo.
Cuidados no armazenamento
Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Guardar a uma temperatura inferior a 25ºC e mantendo a embalagem fechada e protegida da luz.
Espectro de susceptibilidade e tolerância bacteriológica
Sem informação.
Não recomendado/Evitar

Vinpocetina + Anticoagulantes orais

Observações: N.D.
Interacções: Não administrar conjuntamente com anticoagulantes por via oral ou intravenosa. - Anticoagulantes orais
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Vinpocetina
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 09 de Julho de 2021