Oximetazolina

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
Cloridrato de oximetazolina é uma amina simpaticomimética com acção adrenérgica, derivada da imidazolina.
É um agente simpaticomimético incompleto, com acção vasoconstritora e relaxante da musculatura lisa intestinal, desprovido porém de actividade sobre o miocárdio, a musculatura lisa dos brônquios e vasos da musculatura esquelética.
Usos comuns
Oximetazolina é usada para aliviar a vermelhidão devido a irritações oculares menores, tais como as causadas por resfriados, poeira, vento, poluição, pólen, natação, ou o uso de lentes de contacto.

Oximetazolina está disponível sem receita médica.
Tipo
Molécula pequena.
Indicações
Nasal:
Conjuntivites alérgicas e sazonais.
Tratamento sintomático da congestão nasal.

Oftálmico:
É um descongestionante usado no tratamento sintomático da irritação da conjuntiva ocular.
Classificação CFT

14.01.01 : Descongestionantes

15.02.03 : Outros anti-inflamatórios, descongestionantes e antialérgicos

Mecanismo de ação
A oximetazolina é uma amina simpatomimética actuação directa, o qual actua sobre os receptores alfa-adrenérgicos nas arteríolas da conjuntiva e mucosa nasal.
Produz vasoconstrição, resultando em diminuição da congestão conjuntival em oftálmica.
Em nasal produz constrição, resultando na diminuição do fluxo sanguíneo e diminuição da congestão nasal.
Posologia orientativa
Nasal:
Adultos e crianças com mais de 10 anos: 1 a 2 pulverizações em cada narina 2-3 vezes por dia, no máximo.

Crianças de 6-10 anos: 1 pulverização em cada narina 2-3 vezes por dia, no máximo.

Não usar o medicamento mais do que 5-7 dias consecutivos.

Uso oftálmico:

Posologia no adulto: A posologia média é de 1 a 2 gotas, no globo ocular, 4 vezes ao dia.

A duração da sua utilização deve ser inferior a três dias.

A dose recomendada para crianças com idade superior a 6 anos é idêntica à dos adultos, de 1 ou 2 gotas 4 vezes ao dia.
Administração
Via nasal: aplicar nas narinas.

Não usar o medicamento mais do que 5-7 dias consecutivos.

Via oftálmica: Aplicar no globo ocular 4 vezes ao dia.

A ponta do aplicador não deverá tocar em qualquer superfície (incluindo o olho).

Deve-se manter o frasco bem fechado.
Contraindicações
Nasal:
- por doentes em tratamento com inibidores da monoaminoxidase (IMAOs) ou doentes que tomaram IMAOs nas 2 semanas precedentes.
- em doentes com glaucoma de ângulo fechado.

Não deve ser usado em doentes após hipofisectomia trans-esfenoidal.

- por crianças com menos de 6 anos de idade.
- em caso de hipersensibilidade à substância activa ou a qualquer dos excipientes.
- quando há uma inflamação da pele e da mucosa do vestíbulo nasal e crostas (rinite sicca).
- por doentes com doença cardíaca coronária aguda ou asma cardíaca.

Oftálmico:
- Hipersensibilidade à substância activa, cloridrato de oximetazolina ou a outros fármacos adrenérgicos
- Glaucoma de ângulo fechado.
- Crianças com idade inferior a 6 anos.
Efeitos indesejáveis/adversos
Nasal:
Pouco frequentes (1/100-1/1000): Sistema respiratório: Espirros, secura e irritação do nariz, boca e garganta.

Raros (<1/1000): SNC: ansiedade, efeito sedativo, irritabilidade, perturbações do sono em crianças.

Cardiovasculares: taquicardia, palpitações, aumento da pressão arterial.

Gerais: hiperemia reactiva, cefaleias, náuseas, exantema e perturbações visuais.

A utilização por período de tempo superior ao recomendado poderá dar origem à redução da eficácia e/ou congestão por efeito rebound.

Oftálmico: São efeitos indesejáveis frequentes o desconforto ocular momentâneo após aplicação do colírio, solução.

O desconforto ocular é transitório e pode ser acompanhado por ardor e irritação ocular, não representando qualquer problema.

Podem ocorrer alterações da visão, visão turva e fotofobia.

A suspensão da medicação, por vezes, pode originar o reaparecimento da sintomatologia inicial.

A continuação do tratamento por um período superior ao indicado pode originar congestão ocular crónica e agravamento sintomático.
Advertências
Gravidez
Gravidez:
Gravidez:Este medicamento não deve ser utilizado em mulheres grávidas.
Aleitamento
Aleitamento:
Aleitamento:Este medicamento não deve ser utilizado em mulheres em período de amamentação.
Condução
Condução:
Condução:Quando utilizado conforme recomendado, não são esperados quaisquer efeitos. Podem ocorrer efeitos sistémicos, com envolvimento dos sistemas cardiovascular ou nervoso central, após utilização prolongada ou uma ingestão de medicamentos para a constipação que contêm oximetazolina em doses superiores às recomendadas. Nestes casos, poderá haver alteração na capacidade de conduzir e utilizar máquinas.
Precauções gerais
- Deve-se tomar precaução no caso de hipertensão arterial e doença cardíaca, incluindo angina, hipertiroidismo, diabetes mellitus e hipertrofia prostática.
- Não exceder a dose recomendada.
- Se os sintomas piorarem ou persistirem ao fim de 3 dias, deverá consultar o médico para reavaliar a sua situação clínica.
- Deve ser usado no máximo de 7 dias consecutivos para evitar exacerbação e rinite induzida pelo medicamento.

Se houver suspeita desta reacção (congestão nasal persistente), deverá ser usado, se possível, um medicamento para administração nasal que não contenha conservante.

Se não existir outro produto para administração nasal sem conservante, deverá ser considerada a utilização de outra forma de administração.
Cuidados com a dieta
Não interfere com alimentos e bebidas.
Resposta à overdose
Procurar atendimento médico de emergência ou ligar para o Centro de intoxicações.

Sintomas de sobredosagem:
Os sintomas de sobredosagem moderada ou grave podem ser midríase, náusea, cianose, febre, espasmos, taquicardia, arritmia cardíaca, paragem cardíaca, hipertensão arterial, edema pulmonar, dispneia, perturbações psíquicas.

A inibição de funções do sistema nervoso central tais como sonolência, diminuição da temperatura corporal, bradicardia, hipotensão tipo choque, apneia e perda de consciência é também possível.

Tratamento de sobredosagem:
É requerido tratamento sintomático na sobredosagem.

Poderá ser administrado um alfa-litíco não selectivo, tal como a fentolamina, para contrapor o aumento da hipertensão arterial.

A entubação e a respiração artificial podem ser necessárias nos casos graves.

Nos casos moderados ou graves de inadvertida administração oral, deverá ser administrado carvão activado (absorvente) e sulfato de sódio (laxante) e talvez lavagem gástrica nos casos em que tenha havido ingestão de grandes quantidades.

Tratamento adicional deverá ser de suporte e sintomático.

Fármacos vasopressores estão contra-indicados.
Terapêutica interrompida
Nasal: Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de aplicar; mas continue a utilizar o medicamento de acordo com as instruções de administração.

Oftálmico: Se se esquecer de administrar o medicamento na devida altura, espere até que perfaça o tempo para a próxima administração, ou seja, só deve colocar a dose à hora habitual de aplicação.

Não aplique uma gota extra no seu olho, com o objetivo de substituir a que se esqueceu.
Cuidados no armazenamento
Conservar a temperatura inferior a 25°C.

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente
Espectro de susceptibilidade e tolerância bacteriológica
Sem informação.
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oximetazolina + Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)

Observações: Não foram realizados estudos sobre interações na população pediátrica.
Interacções: A utilização concomitante de medicamentos que contêm oximetazolina e de medicamentos com um efeito hipertensivo (ex. inibidores da monoaminooxidase e antidepressivos tricíclicos) pode levar a um aumento da pressão arterial, devido à sua actividade cardiovascular. - Inibidores da Monoaminoxidase (IMAO)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oximetazolina + Antidepressores (Tricíclicos)

Observações: Não foram realizados estudos sobre interações na população pediátrica.
Interacções: A utilização concomitante de medicamentos que contêm oximetazolina e de medicamentos com um efeito hipertensivo (ex. inibidores da monoaminooxidase e antidepressivos tricíclicos) pode levar a um aumento da pressão arterial, devido à sua actividade cardiovascular. - Antidepressores (Tricíclicos)
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Oximetazolina + Hipertensores

Observações: Não foram realizados estudos sobre interações na população pediátrica.
Interacções: A sobredosagem ou a ingestão de Oximetazolina e a utilização de medicamentos com um efeito hipertensivo simultaneamente ou imediatamente antes da sua administração pode levar ao aumento da pressão arterial. - Hipertensores
Não recomendado/Evitar

Loratadina + Pseudoefedrina + Oximetazolina

Observações: n.d.
Interacções: Não se recomendam as seguintes associações: Outros vasoconstritores utilizados como descongestionantes nasais pelas vias oral ou nasal (fenilpropanolamina, fenilefrina, efedrina, oximetazolina, nafazolina...): risco de vasoconstrição. - Oximetazolina
Potenciadora do efeito Terapêutico/Tóxico

Desloratadina + Pseudoefedrina + Oximetazolina

Observações: n.d.
Interacções: SULFATO de PSEUDOEFEDRINA: Outros vasoconstritores utilizados como descongestionantes nasais por via oral ou nasal (fenilpropanolamina, fenilefrina, efedrina, oximetazolina, nafazolina...): risco de vasoconstrição. - Oximetazolina
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Oximetazolina
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021