Idebenona

DCI com Advertência na Gravidez DCI com Advertência no Aleitamento DCI com Advertência na Condução
O que é
Medicamento com acção no Sistema Nervoso Central (SNC), que está indicado no tratamento da hipobúlia (diminuição dos processos voluntários), alterações afectivas e logopatia (perturbação do raciocínio e da linguagem), associadas às sequelas de enfarte cerebral, hemorragia cerebral e aterosclerose cerebral.
Usos comuns
Está indicado no tratamento da hipobúlia (diminuição dos processos voluntários), alterações afectivas e logopatia (perturbação do raciocínio e da linguagem), associadas às sequelas de enfarte cerebral, hemorragia cerebral e aterosclerose cerebral.
Tipo
Molécula pequena.
Indicações
Está indicado no tratamento da hipobúlia, alterações afectivas e logopatia, associadas às sequelas de enfarte cerebral, hemorragia cerebral e aterosclerose cerebral.
Classificação CFT

02.13.01 : Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas

Mecanismo de ação
A idebenona é um derivado das benzoquinonas, mais especificamente da ubiquinona (coenzima Q10), que activa a função das mitocôndrias cerebrais e melhora as alterações do metabolismo energético cerebral.

Mediante vários estudos experimentais comprovou-se que os efeitos benéficos da idebenona resultam essencialmente das seguintes propriedades:
- estimula o metabolismo cerebral, melhorando e aumentando o consumo de glucose,
- actua como transportador de electrões na cadeia respiratória mitocondrial,
- reduz o consumo de oxigénio não respiratório,
- estimula a formação de ATP e inibe a peroxidação de lípidos da membrana mitocondrial (antioxidante) contribuindo assim para que esta mantenha intacta a sua morfologia e integridade.

A idebenona demonstrou ser útil na terapêutica substitutiva e compensatória do défice cerebro-vascular e cognitivo de diversa etiologia.

É eficaz em situações de défice neurológico provocado por ictus ou isquémia cerebral, exercendo também um efeito positivo sobre a capacidade de retenção (memória).

O mecanismo de acção explica-se através de 4 acções fundamentais:
- acção sobre neurotransmissores e memória,
- acção antiperoxidativa cerebral,
- acção neuroprotectora, e
- inibição da agregação plaquetária (útil na redução do risco trombótico).

O seu mecanismo de acção é essencialmente neuroquímico.

Quando o equilíbrio cerebral está alterado como consequência de isquémia, a idebenona antagoniza anomalias tais como a diminuição de serotonina, acetilcolina e ATP ou o aumento de lactato.

Quando a utilização de glucose se encontra reduzida devido a uma lesão cerebral ou ictus, a idebenona antagoniza estas situações com um mecanismo de acção a nível mitocondrial.

Por outro lado, a sua analogia estrutural com a coenzima Q, permite acelerar a formação de ATP, diminuir o consumo de O2 cerebral e diminuir também a peroxidação lipídica a nível da membrana mitocondrial.
Posologia orientativa
A dose habitual é 1 comprimido 2 vezes ao dia (90 mg/dia).
Administração
Via oral.
Contraindicações
Hipersensibilidade à idebenona.
Efeitos indesejáveis/adversos
A idebenona é em geral bem tolerada.

Os efeitos secundários reportados foram sempre de natureza transitória e reversível.

Efeitos secundários raros (podem afectar até 1 em 1000 pessoas):
- Reacções de hipersensibilidade
- Distúrbios gastrointestinais
- Vertigens
- Ansiedade
- Alterações do sono

A relação entre a ocorrência destes efeitos secundários e o tratamento com idebenenona não foi confirmada.

Foram também notificadas alterações ligeiras transitórias e reversíveis de alguns parâmetros laboratoriais (hemograma e transaminases).
Advertências
Gravidez
Gravidez:
Gravidez:Não é aconselhável a utilização de Idebenona durante a gravidez, uma vez que ainda não foi estabelecida a sua inocuidade durante esse período.
Condução
Condução:
Condução:Idebenona pode influenciar a capacidade de condução e utilização de máquinas.
Aleitamento
Aleitamento:
Aleitamento:Estudos em animais, demonstraram que Idebenona passa para o leite materno, portanto durante o período de aleitamento a substância deve ser utilizada com precaução.
Precauções gerais
Fale com o médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de tomar Idebenona.
Não são necessários cuidados especiais com Idebenona.

Informe o médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.
Não foram observadas interacções nos numerosos estudos realizados com a Idebenona em associação com vários medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico.
Cuidados com a dieta
Tome os comprimidos após as refeições de forma a potenciar a absorção do medicamento.
Resposta à overdose
Procurar atendimento médico de emergência ou ligar para o Centro de intoxicações.

Dada a baixa toxicidade da Idebenona não é previsível que a sua ingestão maciça acidental produza um quadro de intoxicação grave.

Se isto ocorrer devem ser tomadas as medidas normais de segurança: indução do vómito, lavagem gástrica e administração de carvão activado.
Terapêutica interrompida
Se se tiver esquecido de tomar uma dose, tome-a assim que se lembrar.
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.
Cuidados no armazenamento
Conservar a temperatura inferior a 25 ºC.
Conservar na embalagem de origem para proteger da luz e da humidade.

Mantenha todos os medicamentos fora do alcance de crianças e animais de estimação.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu médico, enfermeiro ou farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.
Espectro de susceptibilidade e tolerância bacteriológica
Sem informação.
Sem efeito descrito

Idebenona + Digoxina

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Digoxina
Sem efeito descrito

Idebenona + Propranolol (propanolol)

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Propranolol (propanolol)
Sem efeito descrito

Idebenona + Verapamilo

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Verapamilo
Sem efeito descrito

Idebenona + Tolbutamida

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Tolbutamida
Sem efeito descrito

Idebenona + Diazepam

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Diazepam
Sem efeito descrito

Idebenona + Furosemida

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Furosemida
Sem efeito descrito

Idebenona + Etanol

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Etanol
Sem efeito descrito

Idebenona + Ácido Acetilsalicílico

Observações: n.d.
Interacções: Foram realizados numerosos estudos com a finalidade de determinar o potencial efeito tóxico que a Idebenona poderia ter ao ser administrada em associação com outros medicamentos, nomeadamente, digoxina, propranolol, verapamil, tolbutamida, diazepam, furosemida, etanol, ácido acetilsalicílico. Não foram observadas interacções. - Ácido Acetilsalicílico
Identificação dos símbolos utilizados na descrição das Interacções da Idebenona
Informação revista e atualizada pela equipa técnica do INDICE.EU em: 11 de Novembro de 2021